Jaime Sautchuk

Trabalhou nos principais órgãos da imprensa, Estado de SP, Globo, Folha de S.Paulo e Veja. E na imprensa de resistência, Opinião e Movimento. Atuou na BBC de Londres, dirigiu duas emissoras da RBS.

18/04/2017 10h36

Mainardi é bom começo 

Quando vi na TV a história daquele rapaz de Rio Branco que pensa ser Giordano Bruno e sumiu nos confins do Acre após decorar seu quarto com textos cifrados, eu não tive dúvidas sobre seu paradeiro. A começar pelo fato de que as plagas que Plácido de Castro forçou o Brasil a comprar da Bolívia parecem ser pouco apropriadas a um ser desse tipo.

03/04/2017 10h22

Folha propõe o que não faz 

O jornal Folha de S.Paulo, apontado como o maior do País, está realizando nova reforma editorial e divulgou no final de março um projeto destinado a informar seu público sobre sua proposta. Não tem grandes novidades, mas propõe um jornalismo bem diferente daquele que pratica.

17/03/2017 13h17

A praga dos transgênicos

O uso generalizado de sementes geneticamente modificadas, especialmente de soja e milho, está provocando nova mutação perversa, dentre as tantas já comprovadas. As lavouras desses dois produtos, que se revezam nas mesmas áreas de plantio, estão virando pragas delas mesmas, em quase todo o território nacional.

16/02/2017 15h31

Heliporto é prioridade em Sampa 

As maiores cidades do mundo devem servir de exemplo quando ao bem-estar das comunidades aos demais centros populacionais de todo o Planeta, com destaque à questão da mobilidade urbana. No Brasil, esse papel é reservado principalmente à São Paulo, pelo que se supõe.

24/01/2017 12h59

A voz do grafite

A fúria do prefeito de São Paulo contra a arte de rua tem um efeito imediato, que é mudar a cara de uma cidade que os paulistanos se acostumaram a ver, com aprovação quase unânime. A cor cinza, da ignorância e do autoritarismo, sufoca a manifestação colorida do livre-pensar.

13/01/2017 12h38

Depósitos de gente

As prisões brasileiras são simples depósitos de gente. De uma gente que estaria melhor numa cova rasa de algum cemitério de periferia, no entender de muitas autoridades constituídas, aquelas que acham que “bandido bom é bandido morto”.

30/12/2016 10h38

O ano do golpe

Este 2016 foi, sem dúvidas, um ano pesado, repleto de eventos ruins em todas as áreas, mas especialmente na Economia e na Política. E aos que me perguntam o que eu destaco no ano que finda, eu respondo que, claro, foi o golpe de estado ocorrido no Brasil.

13/12/2016 11h26

Gullar e a academia 

Na recente morte do poeta maranhense Ferreira Gullar, a grande mídia destacou o fato dele ser membro da Academia Brasileira de Letras (ABL), entidade que congrega supostos escritores. No entanto, o Ferreira Gullar que todos conhecemos nada tinha a ver com isso.

23/11/2016 10h58

Governo ressonante

O ressonar de moedas se faz ouvir ao longe na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Pra todo lado que se vire, há novos casos de assalto aos cofres públicos ou de assaltantes já renomados no ramo sendo postados em cargos importantes da República, sem dó nem piedade, como se tudo fosse a coisa mais normal do mundo.

03/11/2016 15h13

Fogo na floresta

Os fogos na Amazônia, com milhões de focos em 2016, têm um significado muito maior do que parecem a olho nu. São chamas ateadas pela mão humana que, com o avanço da fronteira agrícola, desmatamento acelerado e a estiagem prolongada obtêm uma soma de fatores cujos efeitos são devastadores.

Páginas:     12345próximaúltima