Urariano Mota

Jornalista do Recife. Autor dos romances “Soledad no Recife”, “O filho renegado de Deus” e “A mais longa juventude”.

24/03/2017 10h10

Graciliano Ramos atualizado

No mais recente 20 de março, a lembrança do dia da morte de Graciliano Ramos deu margem à repetição de erros sobre o escritor na imprensa. Isso, claro, nos espaços mais cultos da mídia, porque no geral o escritor não foi sequer lembrado.

17/03/2017 12h07

O cumprimento impossível dos Dez Mandamentos

Vinha eu posto em sossego no ônibus, quando meus olhos viram estas linhas escritas na parede de proteção do motorista:

10/03/2017 12h40

Soledad Barrett reaparece em novo romance *

As recentes declaração de Michel Temer para o Dia Internacional da Mulher, quando o medíocre lançou coices na intenção de elogio, trazem à tona o nosso novo livro. Nele, Soledad Barrett ressurge entre os militantes socialistas do Recife, linda e terna. A seguir, divulgo algumas linhas sem as descobertas que narro sobre ela, entre os bravos de gerações do Recife.

03/03/2017 9h54

Portela, o rio que não passa de Paulinho da Viola

Em tempos só de angústia, a melhor notícia da semana foi a vitória da escola de samba Portela no carnaval carioca. Devo dizer, o melhor da notícia foi a circunstância rara dessa vitória. A Portela venceu com a música “Foi um rio que passou em minha vida” de Paulinho Viola no enredo. E foi campeã, depois de 33 anos.

24/02/2017 14h10

Uma noite de carnaval na ditadura *

 .

17/02/2017 13h10

Direitos humanos no rádio

No mais recente 13 de fevereiro, foi comemorado o Dia Mundial do Rádio. Em boa utilização desse aniversário, a diretora-geral da Unesco Irina Bokova declarou que o acesso público à informação é essencial para fortalecer o Estado de Direito. E mais:

10/02/2017 13h08

O Gordo e o frevo

O Dia do Frevo e seus 110 anos ocorreram nesta semana, em 9 de fevereiro. Tantas vezes já escrevi sobre essa identidade pernambucana e tantas mais hei de escrever, pois o que é da natureza da gente não cansa. Mas hoje falarei da música a partir do Gordo, personagem do meu romance “A longa duração da juventude” *. Acompanhem, por favor, o reflexo do frevo na vida de um homem.

03/02/2017 12h50

Os urubus e as mortes de Dona Marisa

Em 2005, quando faleceu Miguel Arraes publiquei no La Insignia, na Espanha:

19/11/2011 0h01

A mais recente foto de Lula

 

10/11/2011 15h33

 Memórias de Água Fria

 

Páginas:     1234567