Brasil

11 de janeiro de 2017 - 17h43

“R$ 3,60 é roubo”, protestam usuários de ônibus na Estação da Lapa




Com cartazes, tambores e palavras de ordem, os manifestantes denunciaram a falta de diálogo da Prefeitura com a população para tratar do assunto e pediram a anulação do reajuste. No local, também foram recolhidas assinaturas dos usuários do transporte para enviar ao Ministério Público do Estado (MP-BA), como forma de solicitar que a entidade acompanhe o caso.

“Não há uma consulta cotidiana à população para que ela opine sobre o transporte público que ela usa. O prefeito [ACM Neto, do DEM] aumenta anualmente as tarifas sem consultar a população, fazendo com que o empresariado tenha inúmeros benefícios, em detrimento da qualidade do transporte que a população necessita”, afirmou Onã Rudá, presidente da UJS-Salvador e um dos organizadores do ato.

Onã garantiu que esse será a primeira de uma série de mobilizações em Salvador, até que ACM Neto reveja a decisão. “Salvador tem uma das tarifas mais caras do Brasil. R$ 3,60 é roubo!”, concluiu.


De Salvador,
Erikson  Walla


  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais