Brasil

11 de setembro de 2017 - 13h44

Jair Bolsonaro: mais uma ameaça paira sobre o Brasil


   
O deputado Jair Bolsonaro se supera a cada dia que passa. Além de se posicionar de forma colonizada sobre a Amazônia ao defender que o Brasil não tem condição de cuidar da região e que ficaria melhor deixá-la a cargo dos Estados Unidos, defendeu também, como um fascista que é e já nem faz questão de esconder, a militarização do ensino em todo o país e adiantou que se for presidente nomeará um general para o Ministério da Educação.

Recente matéria divulgada no jornal Folha de S. Paulo, assinada por Anna Virginia Balloussier revela, entre outras coisas, que o defensor de torturadores, quer para todo o Brasil a adoção de “normas de uma escola dirigida pela Polícia Militar de Goiás que segue um rígido padrão disciplinar de instituições de ensino militarizadas”. Uma barbaridade só. Para se ter uma ideia, a escola goiana adota, por exemplo, normas como “não dobrar short ou camiseta da educação física para diminuir seu tamanho nem usar óculos com lentes ou armações de cores esdrúxulas”. E outras preferências (idiotas) de Bolsonaro seguem enumeradas na matéria e defendidas como rotina no ensino brasileiro.

Como se não bastasse, Bolsonaro, segundo informa também a Folha de S. Paulo, está preparando uma incursão nos Estados Unidos e quem o auxilia é nada mais nada menos que Olavo de Carvalho, um extremista de direita que se apresenta como filósofo, mas é contestado como tal por filósofos na verdadeira acepção da palavra. Carvalho vive há anos em Richmond, na Virgínia, por sinal onde se localiza a sede da Central de Inteligência norte-americana (CIA). Há quem diga que Olavo de Carvalho reside próximo do trabalho.

O motivo da possível incursão, em outubro, de Bolsonaro nos Estados Unidos, assessorado por Olavo de Carvalho, é papear com analistas e eventuais investidores norte-americanos interessados em vantagens. Como já se posicionou em favor da entrega da Amazônia para os Estados Unidos, não será nenhuma surpresa se Bolsonaro oferecer ainda maiores facilidades que o governo golpista de Michel Temer aos empresários que correm atrás do lucro fácil.


* Jornalista e escritor. Foi colaborador de "O Pasquim" e redator e editor, no Rio de Janeiro, da revista "Versus", a primeira publicação de caráter latino­americano publicada no Brasil

Fonte: Brasil de Fato 

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais