Notícias
21/07/2017 18h04

Lima Barreto, um propagandista da Revolução Russa

Lima Barreto, escritor negro, pobre e “louco”, viveu poucos anos. Deixou a vida ainda jovem, aos 41, em novembro de 1922. Ano este que foi um marco no modernismo brasileiro: fundação do Partido Comunista do Brasil, realização da Semana da Arte Moderna e ocorrência do Levante tenentista dos 18 do Forte.

Por José Carlos Ruy


Notícias
21/07/2017 17h50

Lima Barreto: o escritor que não se calava

Lima Barreto foi um escritor contemporâneo do seu tempo. Não no sentido de estar de acordo com este, pelo contrário: ele foi contemporâneo pois compreendeu a realidade em que vivia, denunciou os males da sociedade brasileira no começo do século 20.

Por Alessandra Monterastelli


Notícias
21/07/2017 16h52

A voz crítica de Lima Barreto ainda ecoa na nossa República

Em novembro passado, a FLIP (Festa Literária de Paraty) anunciou o escritor carioca Lima Barreto como o homenageado da edição de 2017 do evento. A notícia chega quatro anos depois que a jornalista baiana Joselia Aguiar, atual curadora da FLIP, e a tradutora Denise Bottmann, iniciaram uma campanha pela escolha do autor de O triste fim de Policarpo Quaresma.


Notícias
21/07/2017 16h37

Tensões entre vida e obra nas biografias de Lima Barreto

A homenagem feita pela Feira Literária Internacional de Paraty (Flip) a Lima Barreto (1881-1922) vem movimentando o mercado editorial: são lançamentos e relançamentos, em edições críticas e/ou esteticamente bem trabalhadas. A variedade é considerável.


Notícias
21/07/2017 16h07

A revolta do escritor Lima Barreto contra o racismo

Ainda estudante da Escola Politécnica do Rio de Janeiro, onde entrou em março de 1897, o escritor mulato Lima Barreto desiste de participar de uma estudantada, ato de rebeldia dos alunos da escola de elite.

Por Fernando do Valle*


Notícias
14/07/2017 19h32

Da forma ao abstrato: a marca profunda do Expressionismo

Será lançado um livro com todas as obras de Egon Schiele catalogadas. Dificilmente não se é marcado por uma obra de Schiele: sua pintura de traços fortes apresenta corpos retorcidos e extremamente expressivos, transparecendo olhares e gestos angustiados.

Por Alessandra Monterastelli


Notícias
14/07/2017 19h28

O legado essencial de Eclea Bosi

Um livro importante foi publicado em 1972: Cultura de massa e cultura popular - Leituras de operárias. Foi escrito pela professora Eclea Bosi, da Universidade de São Paulo.

Por José Carlos Ruy


Notícias
14/07/2017 12h18

Rock: uma autêntica expressão da sociedade industrial

O rock and roll é o grande fenômeno mundial de massas surgido em meados do século passado, e que ainda mantém o vigor excepcional.

Por Carolina Maria Ruy*


Notícias
07/07/2017 18h42

Frida Kahlo, como o México, nasceu das cores da revolução

Três anos antes da Revolução Mexicana (1910), nascia uma das mulheres que romperiam padrões para criar um novo conceito de identidade nacional. Frida Kahlo cresceu numa pátria em conflito e – como o México – sobreviveu a rupturas profundas. Assim, deu cor, textura e sentido à revolução na política, na arte e na vida.

Por Mariana Serafini


Notícias
02/07/2017 18h00

João Saldanha completa 100 anos

No próximo dia 3 de julho, João Saldanha completaria 100 anos de idade, morreu no dia 12 de julho de 1990, em Roma, quando cobria a Copa do Mundo da Itália. A data não pode passar em branco.

Por Raul Milliet Filho