Brasil

20 de março de 2017 - 14h49

PCdoB-PE se prepara para comemorar os 95 anos do partido 


Divulgação
"O PCdoB sempre esteve presente nos momentos mais importantes das lutas nacionais"  "O PCdoB sempre esteve presente nos momentos mais importantes das lutas nacionais" 
A previsão é de que a abertura da mostra ocorra na primeira quinzena de abril durante sessão solene na Câmara Municipal do Recife. Em seguida, a exposição deverá percorrer diversos locais da cidade de grande circulação de pessoas. Outra iniciativa será a produção e divulgação de vídeo com duração de três minutos com entrevistas dos principais dirigentes comunistas de Pernambuco. O vereador da legenda Almir Fernando deverá ainda ocupar a tribuna da Câmara Municipal para saudar o quase centenário do PCdoB.

Ao comentar os 95 anos do partido, José Bertotti destacou que, no atual cenário político do Brasil, a longevidade do partido é uma garantia de que é possível renovar a política. “Somos um partido que sempre esteve presente nos momentos mais importantes das lutas nacionais. Temos compromisso com a luta pelos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras por melhores salários e conquistas sociais”, disse.

Bertotti comentou também a decisão do partido de lançar candidato próprio à Presidência da República nas eleições de 2018, destacando que os comunistas têm quadros de peso para disputar o cargo, a exemplo do ex-ministro Aldo Rebelo; da deputada federal e presidenta nacional da legenda, Luciana Santos, e da deputada Jandira Feghalli (RJ), entre outros. 

Para o dirigente, a possível candidatura do ex-presidente Lula não será empecilho à postulação dos comunistas em 2018. “Temos de separar os debates. Nosso partido sempre foi um aliado histórico do PT, especialmente, nos governos Lula e Dilma, mas neste momento é importante que todos os partidos se manifestem sobre a eleição presidencial”.

Sobre a reforma política, Bertotti apontou dois pontos fundamentais: o financiamento público de campanha e o fortalecimento dos partidos políticos. “As pessoas precisam formar opinião sobre o conteúdo dos programas de governo dos candidatos e a reforma deve ocorrer nesses termos”, defendeu.

Audicéa Rodrigues, com informações do DP.
Do Recife

 


  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais