Flávio Dino compara o Brasil ao Titanic no fórum de governadores

Referindo-se a Bolsonaro, o governador diz que quando o capitão não sabe o que fazer ou está no rumo errado, a união da tripulação pode salvar o navio

(Foto: Gilson Teixeira)

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse no 20º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, realizado em Belém, que o Brasil pode ser comparado ao Titanic, mas que pode ser salvo com a unidade da sua tripulação.

No Twitter, o governador lembrou da sua fala registrada pela coluna painel do jornal Folha de S.Paulo.

“Quando o capitão não sabe o que fazer ou está no rumo errado, a união da tripulação pode salvar o navio. Foi o que disse em Belém, no Fórum dos Governadores da Amazônia Legal com a participação de empresários”, lembrou o governador em referência ao presidente Bolsonaro.

Segundo a coluna, o governador comparou a crise atual com o acidente do Titanic. “Disse que não é possível esperar nada do capitão, em referência a Jair Bolsonaro, e que é preciso os demais personagens do cenário político se mobilizem”.

Leitos

Em caráter emergencial, o governador está disponibilizando leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) para receber pacientes diagnosticados com coronavírus.

“Lembro que esses pacientes precisam de ambiente reservado, para evitar um ciclo de contaminação comunitária”, disse.

Flávio Dino alertou que os leitos são para pacientes em estágios mais graves. A maioria dos casos pode se tratado em casa com medidas de isolamentos. Segundo especialistas, os casos mais críticos são estimados em 5% do total de contaminados.

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.