Chapa 1 vence e CTB segue à frente do Sindicato dos Comerciários do RJ

Nova diretoria, com 71 membros, tem mandato de 2020 a 2024

Reeleito presidente, Márcio Ayer vai liderar a nova gestão até 2024

A CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) permanecerá, por mais quatro anos, à frente de uma de suas maiores e mais importantes entidades de base. Com 1.644 votos, a Chapa 1 – Comerciários na Luta, encabeçada por Márcio Ayer, venceu a eleição para a nova diretoria do Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro, Miguel Pereira e Paty do Alferes. A votação ocorreu nesta semana, nos dias 7 e 8 de abril, e contou com uma única chapa na disputa.

“Será um novo desafio, para um momento de muita dificuldade para o país. Mas juntos vamos vencer essa batalha”, declarou Márcio Ayer, o presidente reeleito, referindo-se à crise decorrente do avanço do novo coronavírus no País. A nova diretoria, com 71 membros, tem mandato de 2020 a 2024.

A eleição no sindicato, mais uma vez, teve urnas fixas e itinerantes. Mas, devido à quarentena imposta pela pandemia, também houve votação pela internet. O número de eleitores cresceu em comparação com a eleição anterior, quando votaram 1.064 comerciários.

Desta vez, 1.675 trabalhadores da categoria foram às urnas, mesmo com shoppings, centros comerciais e lojas de ruas fechados. Os 1.644 votos na chapa cetebista equivalem a 98,15% do total de eleitores. Houve, ainda, 24 votos em branco e apenas sete nulos.

Nos dois dias de eleição, os comerciários entenderam o recado do sindicato e votaram com tranquilidade e sem aglomerações, respeitando as orientações das autoridades. Nas urnas físicas – em supermercados, na sede e subsedes, além das urnas itinerantes –, os mesários obedeceram à determinação de usar máscaras e luvas, além de aplicar álcool em gel 70%, garantindo a segurança de todos os votantes.

“Foi com muita alegria que recebemos o resultado. Garantimos o cumprimento de todo o processo legal”, diz Márcio Ayer. Segundo ele, o desafio da nova gestão é “enfrentar essa pandemia, garantir os empregos e os direitos dos trabalhadores e, após esse período especial, iniciar nossa campanha salarial. A nova diretoria saberá caminhar junto com os comerciários nas lutas dos trabalhadores e no fortalecimento do Sindicato.”

Membro da comissão eleitoral e secretário de Formação da CTB, Ronaldo Leite defendeu a realização do pleito, mesmo sob a quarentena. O isolamento social implantado no Brasil e recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) atingiu boa parte da categoria comerciária, à exceção de trabalhadores de supermercados, enquadrados em serviço essencial. Mas o conjunto da base está ameaçado pela ofensiva dos patrões para demitir trabalhadores ou cortar direitos.

“A participação dos comerciários na eleição, num momento adverso, mostra a confiança na gestão. O nosso desafio foi criar condições para que o maior número de comerciários pudesse votar, em segurança”, diz Ronaldo Leite. “O mandato da direção estava para vencer. Não podíamos deixar o trabalhador sem representação em um momento mais agudo de necessidade de luta da categoria.”

Com informações do Portal CTB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *