Deputada requer convocação de Weintraub para explicar ameaças ao STF

Para ser votado em sessão virtual da Câmara dos Deputados, o requerimento de convocação do ministro precisa do apoiamento de 171 deputados

Abraham Weintraub na reunião do dia 22 (Foto: Marcos Correa/PR)

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) protocolou requerimento de convocação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para prestar esclarecimentos sobre as declarações que fez em reunião ministerial ocorrida no dia 22 de abril.

Para ser votado em sessão virtual da Câmara dos Deputados, o requerimento de convocação do ministro precisa do apoiamento de 171 deputados.

Abraham Weintraub fez ameaças aos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), chamando-os de vagabundos, que tinham que ser presos. Além disso, ele se referiu de forma discriminatória aos povos indígenas, insinuando serem privilegiados.

“O discurso de Weintraub atenta contra a democracia brasileira. Foi ofensivo à Corte maior do Poder Judiciário brasileiro e aos seus ministros. Foi uma fala violenta, preconceituosa e racista ao dizer que odeia o termo povos indígenas”, disse a parlamentar.

Segundo ela, as declarações podem se constituir crimes inaceitáveis por parte de um ministro de Estado. “Ele precisa prestar os devidos esclarecimentos urgentemente”, afirmou.

STF

O ministro da educação terá que prestar depoimento em cinco dias à Polícia Federal (PF) por determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes, que vê indícios de que Weintraub cometeu seis crimes.

Ele pode ser enquadrado por difamação e injúria; contra a segurança nacional e a ordem política e social; discriminação racial; e incitar a subversão da ordem política. Todos eles com previsão de pena de reclusão.

Com informações da Assessoria de Comunicação da deputada Alice Portugal

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *