Líderes da oposição unidos para frear arroubo autoritário de Bolsonaro

Na próxima quarta-feira (3), os dirigentes marcaram um ato virtual com a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) em defesa da liberdade de imprensa

(Foto: Reprodução)

Os líderes dos partidos de oposição na Câmara e no Senado se reuniram nesta quarta-feira (27) para unificar ações contra a escalada autoritária do presidente Bolsonaro que coloca em risco a democracia no país.

Na próxima quarta-feira (3), os dirigentes marcaram um ato virtual com a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) em defesa da liberdade de imprensa. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) será convidada.

A líder do PCdoB na Câmara dos Deputados, Perpétua Almeida (AC), lembrou que se trata da primeira reunião unificada da oposição nas duas Casas.

“A iniciativa foi uma reação aos desmandos do governo Bolsonaro, que coloca cada vez mais a democracia brasileira em risco. A partir de hoje, o grupo se reunirá regularmente”, afirmou.

Além de tratar da investigação das denúncias contra o governo, Perpétua Almeida explicou que os líderes decidiram reforçar a luta para que o Congresso freie iniciativas ilegais do governo, como a violação frequente do Estatuto do Desarmamento.

O deputado André Figueiredo (PDT-CE), líder da Oposição na Câmara, afirmou que haverá intensificação da luta contra o governo Bolsonaro, afundado em denúncias. Ele também destacou o ato virtual pela defesa da liberdade de imprensa.

“Precisamos dar as mãos e deixar de lado as diferenças. O foco deve ser a defesa da democracia. Essa será a nossa estratégia contra a escalada autoritária de Bolsonaro”, defendeu o líder da Minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE).

O líder do PDT no Senado, Weverton Rocha (MA), classificou a reunião como “ótima” e destacou a presença do seu partido, da Rede, PSB, PT, PCdoB e Cidadania.

“Estamos construindo uma unidade para ação no Congresso em defesa do Brasil. Acreditamos no avanço dessa união”, disse.

O líder da Oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) destacou a unidade. “Nós da oposição nos reunimos hoje para alinhar ações em conjunto para frear os desmandos, ilegalidades e ataques de Bolsonaro à democracia. A partir de hoje, nossas reuniões ocorrerão regularmente.”

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *