Mil cruzes na Esplanada reverenciam mortos pela omissão de Bolsonaro

Instalação artística homenageou as vítimas da pandemia e serviu para protestar contra a indiferença do governo Bolsonaro

(Foto: Renato Cortez)

O suprapartidário Coletivo Resistência_Ação do Distrito Federal realizou na manhã deste domingo (28), no gramado da Esplanada dos Ministérios, uma instalação artística com a colocação de cerca de mil cruzes, em homenagem às vítimas da pandemia do coronavírus no Brasil. Também foram utilizadas faixas que denunciavam o genocídio que está em curso no país e os seus responsáveis.

“Essa tragédia tem responsáveis. O governo do presidente Bolsonaro e do vice-presidente, General Mourão, que se elegeu de forma fraudulenta, apoiando-se em larga divulgação de mentiras, calúnias e injúrias, adotou o ‘negacionismo’ como forma prioritária de ação no enfrentamento da doença provocada pelo Coronavírus”, afirma o documento divulgado pelo Coletivo Resistência_Ação.

De acordo com o Coletivo, o objetivo da instalação é “imprimir visibilidade à dor que pulsa na alma do Brasil, despertar empatia, solidariedade, além de também buscar justiça e reparação”.Coletivo Resistência_Ação

A instalação artística promovida em Brasília faz parte da programação do Ato Mundial Fora Bolsonaro (Stop Bolsonaro),  promovido neste domingo por ativistas brasileiros em mais de 50 cidades de 20 países do mundo.

Fonte: PT Nacional

Um comentario para "Mil cruzes na Esplanada reverenciam mortos pela omissão de Bolsonaro"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.