Tereza Costa Rêgo: “Um povo não existe sem cultura”

Em carta ao Coletivo de Cultura Tereza Costa Rêgo, a artista conclama à resistência contra a situação que o país atravessa.

Foto: Daniel Rozowykwiat

Em sua última manifestação pública, a artista plástica pernambucana falecida neste domingo (26), enviou uma carta ao Coletivo de Cultura Tereza Costa Rêgo, formado por artistas e trabalhadores da cultura de Pernambuco, lançado no dia 20 de julho. No estilo informal que marcou sua vida, Tereza fala de sua alegria e honra ao saber que um coletivo de cultura teria seu nome. Para ela, foi muito importante a iniciativa dos artistas “numa época dessa, com um ambiente político desses, com o clima emocional que o país atravessa nos últimos tempos”.

Tereza conclama “os artistas e o pessoal da cultura” a se unirem para ter mais força. “Ficarei muito feliz de ver os resultados, que eu sei que virão”, afirma ao se dizer também entusiasmada e enfatizar que “um povo não existe sem cultura”.

Lei a íntegra da carta:

“Eu tive uma alegria muito grande e fiquei muito honrada quando soube que ia dar nome a um coletivo de cultura. Um coletivo de cultura no Brasil numa época dessa, com um ambiente político desses, com o clima emocional que o país atravessa nos últimos tempos, é uma coisa muito importante para o Brasil. 

Eu sou uma pessoa alegre, contente, não sou uma pessoa dramática. Mas a situação que vivemos hoje não está para brincadeira. Num cenário assim, é preciso se unir. Se os artistas e todo o pessoal da área da cultura se juntar, vai ter muito mais força. 

E eu ficarei muito feliz de ver os resultados, que eu sei que virão.  Esse coletivo de cultura vai ajudar a criar realidades que estão precisando ser colocadas na mesa. Um povo não existe sem cultura. Gostaria de dividir minha alegria com vocês, porque estou entusiasmada. Dar meu nome a esse coletivo é uma responsabilidade, que eu espero cumprir com dignidade. Um beijo em cada um de vocês, meus amigos. 

Tereza Costa Rêgo”

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *