Com novo projeto, revista Princípios vira periódico científico

Publicação busca se qualificar para dar respostas aos desafios teóricos e políticos do tempo presente

Uma live marcará o lançamento do número 159 e da nova fase da revista Princípios, da editora Anita Garibaldi. A transmissão será feita pela TV Grabois, no YouTube, nesta quarta-feira (2), às 18 horas. No novo projeto, Princípios deixa de ser uma “revista teórica e de informação” para se tornar um periódico científico”, com a tagline “revista de teoria, política e cultura”.

A publicação nasceu sob a coordenação de João Amazonas, em 1981, ainda no período da ditadura militar, engajada na luta pela democracia. Em 2019, chegou a 158 edições. Com circulação nacional, Princípios aproxima-se de sua quarta década completa de existência.

A revista sempre privilegiou o debate sobre o País e os temas candentes da atualidade, com especial atenção às reflexões sobre o socialismo e a luta por um novo projeto nacional de desenvolvimento. Ao longo de sua história, passou por sucessivas ondas de renovação gráfica e editorial. A revista conta hoje com variado leque de colaboradores e uma qualificada comunidade de leitores, ocupando espaço insubstituível na cena editorial e constituindo-se na mais longeva publicação marxista do Brasil.

Atualmente, ao enfrentar um novo cenário político e ideológico, que traz inéditas responsabilidades, a revista busca se qualificar para dar respostas aos desafios teóricos e políticos do tempo presente. Para isso, Princípios passa a contar com novo projeto gráfico e editorial. Torna-se uma revista científica quadrimestral, voltada ao enfrentamento dos temas de fundo da luta de ideias.

Entre as mudanças, haverá um novo projeto gráfico e impressão em tamanho livro (18 x 26 cm)l, com títulos também em inglês, além de resumo (abstract) e palavras-chave (keywords). A revista passa a usar o sistema (OJS) Open Journal Systems, sistema de código livre gratuito para administração e publicação de revistas científicas. Esse sistema automatiza grande parte do trabalho de submissão, avaliação, edição e difusão dos textos, fornecendo métricas de acesso.

O novo “corpo editorial” passa a ser composto por quatro boards de direção: a Comissão Editorial, quase que inteiramente renovada, que tocará o trabalho executivo da revista; o Conselho Consultivo, que reúne referências políticas e quadros historicamente vinculados e comprometidos com o trabalho da revista; o Corpo de Pareceristas, que reúne colaboradores com titulação de doutor em diferentes áreas do conhecimento e vínculo com instituições de pesquisa; e o Conselho Editorial, que reúne pesquisadores de alto prestígio científico, vinculados a instituições do país e do exterior, com destacadas contribuições em suas áreas de conhecimento, que demonstram afinidade com a linha editorial da revista e se dispõem a respaldá-la com sua autoridade intelectual.

A revista também passará a ter registro DOI – Digital Object Identifier (doi®) –, mecanismo que permite a rápida recuperação de publicações e citações, contribui para difusão ampla dos textos e permite um registro mais simples, completo e integrado em plataformas curriculares como Lattes e Orcid. Princípios estará presente em indexadores eletrônicos, como Academia.edu, Google Scholar, Diadorim, Latindex e Scielo. Essas bases de dados nacionais e internacionais de periódicos possibilita a ampliação da circulação e do impacto da revista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *