Morre Moacir Paulino, histórico líder sindical de Pernambuco

Moacir Paulino teve uma destaca atuação como líder dos metalúrgicos e militante do PCdoB

Faleceu neste sábado (20), vítima de complicações pulmonares decorrentes de um AVC,  Moacir Paulino, líder sindical dos metalúrgicos pernambucos e militante do PCdoB no Estado. O recifense Paulino teve sua trajetória marcada por atuação no sindicato de sua categoria desde meados da década de 1970, em plena ditadura militar, quando liderou uma greve na fábrica em que trabalhava e acabou demitido por razões políticas.

Sua destacada atuação no sindicato também o levou a ser dirigente da CUT-PE, da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT),  da CTB Pernambuco (a seção estadual da CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) e da FITMETAL (Federação Interestadual de Metalúrgicos e Metalúrgicas do Brasil), da qual doi um dos fundadores.  Nos últimos anos, liderava a “Oposição Classista” ao Sindmetal-PE, atuando sobretudo em regiões como a base operária de Jaboatão e no Complexo Industrial Portuário de Suape.

Militante comunista desde jovem, Paulino orgulhava-se de ter nascido na mesma data de fundação de seu partido, o PCdoB.  Era membro do Comitê Estadual do PCdoB-PE e integrou também o Comitê Central do partido. Atendo à formação teórica, era estudioso e fez todos os cursos que lhe possibilitaram compreender melhor a exploração capitalista e apontar a perspectiva socialista.

Moacir Paulino era também muito querido por seus amigos e camaradas de militância partidária e sindical.  Desde a notícia de sua morte, foram muitas as manifestações de pesar com destaques para as notas do PCdoB-PE e da Fitmetal (leia as duas abaixo). Já Luciano Siqueira o vice-prefeito do Recife e velho amigo de Paulino publicou em suas redes sociais a seguinte mensagem:  “Enorme tristeza pelo falecimento do amigo e companheiro líder metalúrgico e dirigente do PCdoB em Pernambuco Moacir Paulino. Estará sempre presente na memória dis que seguem na luta pela democracia e pelo socialismo”.

Nota do PCdoB

Moacir Paulino, Presente!

A luta pela emancipação da classe operária perde hoje um dos seus grandes combatentes.

Moacir Paulino da Silveira, torneiro mecânico da Máquinas Piratininga, foi um líder destacado na luta dos operários metalúrgicos em Pernambuco e no Brasil.

Ocupou a vice-presidência do Sindicato dos Metalúrgicos de Pernambuco, a diretoria da Federação dos Metalúrgicos, construiu a Corrente Sindical Classista e a CTB com a determinação revolucionária que marcava a sua atuação.

Membro do Comitê Estadual do PCdoB, chegou a integrar o corpo dirigente do Comitê Central, e repetia com orgulho que havia nascido na mesma data de fundação do Partido no Brasil.

Estudioso e com agudo instinto de classe, fez com afinco todos os cursos e atividades formativas dos quadros partidários e compreendia com profundidade a engrenagem da exploração capitalista.

Afetuoso e solidário, Moacir era uma pessoa querida por todos, e um grande parceiro para as lutas sindicais, partidárias.

Os comunistas pernambucanos se solidarizam com familiares de Moacir, esposa, filhos e netos.

Moacir Paulino é exemplo para a militância do PCdoB, o seu exemplo de vida educa mais do que mil palavras.

Viva Moacir Paulino!

Recife, 19 de Setembro de 2020.

O Comitê Estadual do PCdoB de Pernambuco.

Nota da Fitmetal

Companheiro Moacir, presente!

É com grande pesar que informamos o falecimento do companheiro Moacir Paulino Silveira Silveira, dirigente da FITMETAL (Federação Interestadual de Metalúrgicos e Metalúrgicas do Brasil). Moacir sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) e estava internado. Veio a falecer neste sábado (19), em decorrência de complicações pulmonares.

Natural do Recife, Moacir era trabalhador metalúrgico desde 1972, ainda sob a ditadura militar. Em 1974, mesmo com a repressão, liderou uma greve em sua fábrica – o que levou à sua primeira demissão por razões políticas. Foi dirigente por diversos mandatos do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Pernambuco (Sindmetal-Pe), do qual chegou a ser vice-presidente e também presidente interino.

Por sua destacada atuação no sindicato, foi dirigente da CUT-PE, do Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT) e da CTB Pernambuco (a seção estadual da CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil). Nos últimos anos, liderava a “Oposição Classista” ao Sindmetal-PE, atuando sobretudo em regiões como a base operária de Jaboatão e no Complexo Industrial Portuário de Suape.

Em 2010, Moacir se tornou um dos fundadores e primeiros dirigentes da Fitmetal – Federação dos Metalúrgicos. No último congresso da Federação, em 2017, foi eleito para seu Conselho Fiscal. Além da atuação sindical, era militante e dirigente do PCdoB – Partido Comunista do Brasil, tendo sido membro do Comitê Central (direção nacional) do partido e da Comissão Política do PCdoB PE.

Em nome da categoria metalúrgica e do movimento sindical, nós, da direção executiva da FITMETAL, manifestamos nossa solidariedade à família, aos amigos e aos companheiros de Moacir. Sua trajetória exemplar de vida é uma referência para o sindicalismo classista e para a luta pelo socialismo.

Companheiro Moacir, presente – agora e sempre!

Betim, 19 de setembro de 2020

A direção executiva da FITMETAL

Com informações do PCdoB e da Fitmetal

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *