China rejeita “acusação infundada” de Trump e se opõe ao “vírus político”

O representante chinês na ONU refutou as declarações de Donald Trump na abertura da 75ª Assembleia Geral.

Foto: Diário do Povo

A China rejeita resolutamente as “acusações infundadas” e se opõe ao “vírus político”, disse o representante permanente da China nas Nações Unidas Zhang Jun na terça-feira (22) após as críticas do presidente Donald Trump na Assembleia Geral da ONU sobre como a China lidou com a Covid-19. “Devemos responsabilizar a nação que desencadeou esta praga no mundo: a China”, disse Trump em sua mensagem.

Apresentando a mensagem do presidente chinês Xi Jinping, Zhang disse que “A China rejeita resolutamente as acusações infundadas contra a China”, e se opõe ao “vírus político”.

O mundo enfrenta os severos desafios da Covid-19. Há também os problemas das práticas de unilateralismo, protecionismo e bullying, disse Zhang. “O mundo está em uma encruzilhada neste momento. O mundo precisa de mais solidariedade e cooperação, não de confronto. Precisamos aumentar a confiança mútua, mas não a disseminação do vírus político.”

Não importa o que os outros digam, a China apoiará firmemente o multilateralismo, apoiando as Nações Unidas a desempenhar seu papel central nos assuntos internacionais, disse Zhang.

No momento em que Trump tentava culpar a China pela forma como ela lidou com a Covid-19, seu país batia outro recorde de mortes pelo vírus. De acordo com os dados compilados pela Universidade Johns Hopkins, as mortes de Covid-19 dos EUA ultrapassaram 200.000 na terça-feira, enquanto o número de infecções atingiu mais de 6,8 milhões. Ambos os números representaram cerca de um quinto do total global, mas a população dos EUA equivale a apenas menos de 5% da população mundial.

“Isso não precisava acontecer. Dezenas de milhares de mortes poderiam ter sido evitadas”, tuitou Tom Frieden, ex-diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA.

De acordo com uma pesquisa recente do Pew Research Center, os Estados Unidos têm visto um declínio acentuado na reputação entre seus principais aliados e parceiros, atingindo níveis recordes, parcialmente devido a má administração da pandemia no país.

Fonte: Diário do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *