Alexandre Lucas lançará seu terceiro livro produzido durante pandemia

.

A pandemia tem sido um período produtivo para alguns artistas e escritores. Em tempos de crise sanitária, a arte e a literatura têm sido uma válvula de escape para enfrentar esse momento difícil. O artista-educador e colunista do Portal Vermelho Alexandre Lucas tem produzido tanto no campo literário como visual. Em novembro lançará o seu terceiro livro intitulado “Casa das Invenções”, que reunirá uma séria de crônicas. 

Esse ano, ele já lançou os livros “Toda Poesia ao corpo”, que reúne poemas eróticos e “Um Livro Inteiro de Pedaços”, uma coletânea de textos de colegas produzidos a partir dos seus recortes e colagens. É um livro mais visual. 

Para Alexandre Lucas, “Casa das Invenções” é uma denúncia de si e de sua relação com o lugar afetivo e espacial. “Essa é uma experiência nova e prazerosa no meu processo de escrita, apesar de falar sobre questões dolorosas, mas sempre busco construir uma estética da esperança e do questionamento, sem didatismo”, declara Lucas. 

Alexandre Lucas tem dislexia e isso provocou na sua infância um processo mais lento de assimilação da leitura e da escrita.  Ele destaca que começou a gostar de ler e de escrever a partir de revistas e livros de artes marciais. “Não foi pelo caminho da literatura que se aprende na escola que gostei de ler, na verdade, a literatura sempre foi algo desafiador e chato na escola”. O autor acrescenta: “A literatura pode ser encantadora quando o seu caráter político é evidenciado e não regras e períodos, enquanto função decorativa”. 

Apesar de não se declarar escritor, a palavra é algo que atravessa a trajetória desse pedagogo, que desenvolve há anos, um trabalho de democratização da leitura em vários suportes, que vai desde a montagem de espaços de leitura a intervenções urbanas.   

“Casa das Invenções” será em formato digital “E-book” e distribuído gratuitamente. O lançamento será dia 20 de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *