Semana avança em aumento de contágios com queda no registro de óbitos

O número de mortes e sua média móvel continuam em queda. No entanto, os três dias desta 43a. semana epidemiológica registraram mais contágios que os três dias da semana anterior.

Campanhas de testagem em Salvador e vacinação em Fortaleza

Isso aponta para um novo crescimento da curva se o ritmo continuar. A 42a. semana já havia acionado o alarme com significativo aumento concluído no sábado.

O número de mortes em decorrência da pandemia do novo coronavírus chegou a 157.946. Entre ontem e hoje, as secretarias de saúde notificaram 549 óbitos causados pela doença. Ontem, o sistema de dados sobre a pandemia marcava 157.397 óbitos gerados pela doença. Ainda há 2.379 falecimentos em investigação.

Número de mortes e média móvel continuam em queda.

Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 442, a menor marca desde o dia 6 de maio, quando estava em 437. É a primeira vez desde então que essa média fica abaixo de 450. A variação foi de -11% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nas mortes por Covid, ou seja, quando não houve aumento ou queda significativa no período. Os cálculos são do consórcio da imprensa.

O número de casos de pessoas infectadas com o novo coronavírus desde o início da pandemia chegou a 5.439.641. Nas últimas 24 horas, foram registrados 29.787 novos casos. Ontem, o total estava em 5.409.854.

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite desta terça-feira (27). O balanço é feito a partir de registros reunidos pelas secretarias estaduais de saúde e enviados à pasta para consolidação.

Os três dias desta semana epidemiológica registraram mais contágios que os três dias da semana anterior. Isso aponta para um novo crescimento da curva se o ritmo continuar.

A média móvel de novos casos nos últimos 7 dias foi de 23.727 por dia, uma variação de +19% em relação aos casos registrados em 14 dias, segundo cálculo da imprensa. Ou seja, volta a indicar aumento após 7 dias em estabilidade.

Ainda há 377.649 casos em acompanhamento. De acordo com o Ministério da Saúde, outras 4.904.046 pessoas já se recuperaram da doença.

Os casos e mortes são menores nos domingos e segundas-feiras em função da limitação de sistematização dos dados e alimentação do painel do ministério pelas secretarias estaduais aos fins de semana. Já às terças-feiras os números diários tendem a subir pelo acúmulo de casos do fim de semana reportado neste dia.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes são São Paulo (38.885), Rio de Janeiro (20.292), Ceará (9.305), Minas Gerais (8.789) e Pernambuco (8.5575). As Unidades da Federação com menos casos são Acre (690), Roraima (691), Amapá (743), Tocantins (1.089) e Rondônia (1.448).

Boletim epidemiológico covid-19
Boletim epidemiológico covid-19 – Ministério da Saúde

Quatro estados apresentam indicativo de alta de mortes: Amazonas, Amapá, Ceará e Pernambuco. Outros onze estados têm curvas que apontam queda.

  • Subindo (4 estados): AM, AP, CE e PE
  • Em estabilidade, ou seja, o número de mortes não caiu nem subiu significativamente (12 estados): PR, RS, SC, ES, MG, RJ, GO, AC, PA, TO, MA e SE
  • Em queda (10 estados + o DF): SP, DF, MS, MT, RO, RR, AL, BA, PB, PI e RN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.