Plataforma do TSE reúne dados de candidatos e das Eleições Municipais

Próximo à votação de primeiro turno, eleitores podem consultar informações dos candidatos e das eleições na Plataforma DivulgaCandContas, criada pelo Tribunal Superior Eleitoral

(Foto: Reprodução)

O Brasil se aproxima do primeiro turno das Eleições Municipais, que ocorre no próximo domingo (15). São 539.554 candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores em todo o país, reunidos na plataforma DivulgaCandContas, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A ferramenta disponibilizada desde setembro contém informações detalhadas sobre todos candidatos que pediram registro para concorrer às eleições, inclusive os que foram considerados inaptos. É possível conferir dados básicos como nome, gênero, estado civil, nível de escolaridade, ocupação e coligação da candidatura, assim como informações relativas aos gastos de campanha. O eleitor pode checar os recursos da candidatura – origem e limite de gastos – e acessar os registros da prestação de contas, apresentados à Justiça Eleitoral.

Não é preciso cadastro para acessar a plataforma, que possibilita a consulta dos dados por região ou por informações da campanha. No segundo modelo, a consulta pode ser feita por diferentes critérios: doadores, fornecedores, gastos de campanha, dívidas e limite de gastos. Há também o campo para comparação entre candidatos e para consulta às estatísticas da Eleição Municipal deste ano.

Votação com segurança

Devido à Covid-19, novos protocolos serão implementados no domingo (15) nos 5.570 municípios brasileiros. O horário de votação foi ampliado para evitar aglomerações, sendo estabelecido de 7h às 17h. Os idosos tem preferência entre 7h e 10h, e o acompanhante deve aguardar na fila na hora do voto.

É preciso se lembrar do uso da máscara, equipamento de segurança obrigatório para a votação. Além da máscara, a distância entre os eleitores deve estar sinalizada com marcações no chão para respeitar o distanciamento correto.

A versão digital do título de eleitor, que pode ser acessado no aplicativo gratuito e-Título, é uma opção para evitar o contato na hora da apresentação do documento, a qual pode ser feita segurando o celular a uma distância segura do mesário. A partir deste ano, o eleitor pode justificar o voto e consultar o local de votação também pelo aplicativo. O celular, porém, deve ser guardado na hora do voto porque não é permitido fazer registro do voto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.