Cida Pedrosa é destaque no Prêmio Jabuti e conquista Livro do Ano

Recém-eleita vereadora por Recife, Cida Pedrosa (PCdoB) é a primeira pernambucana a ganhar o Livro do Ano no Prêmio Jabuti

A obra Solo para Vialejo é o livro do ano na 62ª edição do Prêmio Jabuti, o prêmio literário mais tradicional do Brasil. Os vencedores foram anunciados em uma cerimônia virtual na noite de quinta-feira (26), com destaque para obra de Cida Pedrosa que também ganhou na categoria Poesia. No total, são 20 categorias divididas em quatro grupos: Literatura, Ensaios, Livro e Inovação. O livro do ano é disputado dentro dos eixos Literatura e Ensaios. 

A obra que arrematou a principal categoria e o prêmio de R$ 100 mil, Solo para Vialejo, retrata um percurso inverso da própria autora, do mar para o sertão. Cida Pedrosa, 56 anos, nasceu na cidade de Bodocó, Sertão do Araripe em Pernambuco, e chegou a Recife em 1978, com 14 anos. A escritora caracteriza o livro de 128 páginas como um poema lírico em que narra um regresso para a cidade natal, para as origens. O ponto de partida da história é com a Jazz Band União Bodocoense, um grupo que agitou o Sertão do Araripe na década de 1940. Ao receber o prêmio, Cida Pedrosa comentou a obra.

“Eu sai do Sertão para o mar, pois sou sertaneja. Esse é um livro da volta, uma migração ao contrário. Eu migro do mar para o Sertão e vou contando sobre os sons dos negros e das negras, de mim mesma. Eu me reencontro com a minha ancestralidade, com minha bisavó indígena, com o meu pai e com minha mãe, que me ensinaram a ler mesmo sem nunca terem ido para a escola”, afirmou na transmissão via YouTube. 

Solo para Vialejo é a primeira obra de autoria pernambucana a ganhar o prêmio de livro do ano no Prêmio Jabuti. Muito além do local de nascimento, Pernambuco faz parte da obra e da vida de Cida Pedrosa, que também é colunista do Portal Vermelho. Ela foi uma das militantes do Movimento de Escritores Independentes de Pernambuco e titular das secretarias da Mulher e do Meio Ambiente na capital pernambucana. Nas eleições municipais do dia 15 de novembro, Cida Pedrosa foi eleita vereadora de Recife pelo PCdoB. Ela afirmou que irá doar 10% do prêmio para o PCdoB, partido do qual é filiada. “Eu sou uma mulher comunista, estou na luta pelo livro e por um mundo melhor”.

A obra premiada é décima publicação de Cida e a segunda pela Editora Cepe. Apesar da predominância de editoras do eixo Rio-São Paulo-Minas entre os finalistas, a Cepe teve representantes também nas categorias de Arte, com o livro Recife – Fotografias, do fotógrafo pernambucano Fred Jordão, e na categoria HQ, com o livro O Obscuro Fichário dos Artistas Mundanos, organizado por Clarice Hoffmann e Abel Alencar. Entrevistada pela cerimonialista, Cida Pedrosa destacou o papel da editora em promover a cultura regional.

Poeta Cida Pedrosa | Foto: Rick Rodrigs / Divulgação

“Solo para Vialejo é minha entrega total à literatura. É minha grande viagem de volta à Bodocó (cidade em que nasceu, no Sertão do Araripe) e a mim mesma. A Cepe está construindo um belo trabalho de grande importância para os escritores de Pernambuco e de fora do Estado. É um trabalho de resistência”, ressalta. 

Para o presidente da Cepe, Ricardo Leitão, o anúncio feito na cerimônia virtual da 62ª edição do Prêmio Jabuti tem um significado especial.  “É uma grande alegria para a Cepe, uma editora pública e fora do eixo do Sudeste, ter uma publicação premiada pelo Jabuti. Apesar de Cida Pedrosa ser uma poeta que nunca saiu de Pernambuco, ela conseguiu transformar sua poesia em uma temática internacional. O prêmio é um reconhecimento ao grande talento dela. À editora só coube colocar nas páginas do livro o seu grande dom”, destaca Ricardo Leitão.

A 62ª edição do Prêmio Jabuti contou com 2.599 inscrições.  Os vencedores de cada categoria ganham R$5 mil e uma estatueta. O Livro do Ano recebe um prêmio de R$100 mil. 

Confira os vencedores:

Livro do Ano
Solo para vialejo | Autor(a): Cida Pedrosa | Editora(s): Cepe Editora

Eixo: Literatura

Conto
Urubus | Autor(a): Carla Bessa | Editora(s): Confraria do Vento

Crônica
Uma furtiva lágrima | Autor(a): Nélida Piñon | Editora(s): Record

Histórias em Quadrinhos
Silvestre | Autor(a): Wagner Willian Menezes de Araújo | Editora(s): Darkside

Infantil
Da Minha Janela | Autor(a): Otávio Júnior | Editora(s): Companhia das Letrinhas (Companhia das Letras)

Juvenil
Palmares de Zumbi | Autor(a): Leonardo Chalub | Editora(s): Editora Nemo

Poesia
Solo para vialejo | Autor(a): Cida Pedrosa | Editora(s): Cepe Editora

Romance de Entretenimento
Uma Mulher no Escuro | Autor(a): Raphael Montes | Editora(s): Companhia das Letras

Romance Literário
Torto arado | Autor(a): Itamar Vieira Junior | Editora(s): Editora Todavia

Eixo: Ensaios

Artes
AI-5 50 anos – Ainda não terminou de acabar | Autor(a): Paulo Cesar Gomes, Pedro Borges, Paulo Miyada, Galciani Neves, Carolina de Angelis, Alexandre Pedro de Medeiros, Theo Monteiro, Gabriel Zacarias, Izabela Pucu, Caroline Schroeder, Luise Malmaceda, Priscyla Gomes | Editora(s): Instituto Tomie Ohtake

Biografia, Documentário e Reportagem
Escravidão, Vol. I – do primeiro leilão de cativos em Portugal até a morte de Zumbi dos Palmares | Autor(a): Laurentino Gomes | Editora(s): Globo Livros

Ciências
Futuro presente: o mundo movido à tecnologia | Autor(a): Guy Perelmuter | Editora(s): Companhia Editora Nacional

Ciências Humanas
Título: Pequeno manual antirracista | Autor(a): Djamila Ribeiro | Editora(s): Companhia das Letras

Ciências Sociais
130 anos: Em busca da República | Autor(a): José Murilo de Carvalho, Simon Schwartzman, Pedro Malan, Joaquim Falcão, Edmar Bacha, Marcelo Trindade | Editora(s): Intrínseca

Economia Criativa
Ecochefs: parceiros do agricultor | Autor(a): Instituto Maniva | Editora(s): Editora Senac Rio

Eixo: Livro

Capa
Penitentes – Dos Ritos de Sangue à Fascinação do Fim do Mundo | Capista: Isabel Santana Terron, Beatriz Matuck, Luisa Malzoni | Editora(s): Editora Tempo d’Imagem

Ilustração
Cadê o livro que estava aqui? | Ilustrador(a): Jana Glatt Rozenbaum| Editora(s): Ftd Educação

Projeto Gráfico
Arquiteturas contemporâneas no Paraguai | Responsável: Christian Salmeron, Maria Cau Levy, Ana David, André Stefanini | Editora(s): Romano Guerra Editora, Editora Escola da Cidade

Tradução
Bertolt Brecht: Poesia | Tradutor(a): André Vallias | Editora(s): Editora Perspectiva

Eixo: Inovação

Fomento à Leitura
Título: FLUP – Festa Literária das Periferias | Responsável: Julio Ludemir | Editora(s): Julio Ludemir

Livro Brasileiro Publicado no Exterior
Título: Lorde | Autor(a): João Gilberto Noll | Editora(s): Two Lines Press, Grupo Editorial Record

Com informações de Correio Brasiliense e Premio Jabuti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *