China erradicou a pobreza absoluta, diz Xi Jinping

Meta de eliminar a miséria foi traçada em 2012, em meio à ascensão de Xi ao poder

Num feito histórico, o presidente chinês, Xi Jinping, anunciou nesta quinta-feira (3) que, sob a liderança do Partido Comunista da China (PCCh), o país “venceu a pobreza absoluta”. Segundo Xi, para alcançar essa “vitória”, a direção partidária uniu e guiou todos os comunistas, além de povos chineses de todos os grupos étnicos.

“Foi a maior e mais poderosa luta contra a pobreza na história da humanidade”, afirmou o presidente. “Após oito anos de luta contínua, concluímos, dentro do prazo, as principais tarefas para aliviar a pobreza na ‘nova era’. De acordo com os padrões atuais, os pobres nas áreas rurais foram retirados da pobreza – e todos os condados pobres foram removidos.”

Nas últimas semanas, conforme a agência de notícias estatal Xinhua, as últimas nove comunidades, todas na província de Guizhou, foram removidas da lista oficial de pobreza absoluta. Para erradicar a “pobreza absoluta” e também a “pobreza regional global”, a China melhorou substancialmente as condições de vida de quase 100 milhões de pessoas. “Foi uma importante vitória que o mundo admirou”, acrescentou Xi.

A meta de eliminar a miséria foi traçada em 2012, em meio à ascensão de Xi ao poder. Em 2020, a linha de pobreza absoluta foi estabelecida na China em 4 mil yuans de renda anual, equivalente a cerca de US$ 1,52 por dia. A formalização ocorre às vésperas de um ano estratégico, já que, em 2021, a China vai comemorar o centenário do PCCh.

Com informações da Ansa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *