Rede particular do RJ tem internações por Covid-19 a partir de 30 anos

Segundo diretor da Associação de Hospitais Privados do Estado do Rio, Graccho Alvim, “nova onda” tem mais pacientes graves com idade entre 30 e 65 anos.

Rio vive alta de casos - Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O perfil dos pacientes internados com Covid-19 nas unidades de tratamento intensivo (UTIs) dos hospitais da rede privada do Rio de Janeiro mudou em relação ao período considerado como o auge da doença, em maio, aponta matéria publica neste sábado (12) pelo G1 Rio.

A reportagem ouviu o diretor da Associação de Hospitais Privados do Estado do Rio, Graccho Alvim, que afirmou que a “nova onda” de infectados tem mais pacientes graves com idade entre 30 e 65 anos. Há sete meses, em maio, os idosos lideravam as internações em UTIs.

Na entrevista ao portal, o diretor defendeu soluções que poderiam conter o aumento de casos e internações, entre elas o fechamento de praias e bares; proibir aglomeração em ambientes fechados; uso obrigatório de máscara; medidas de higiene como o uso de álcool em gel e limite máximo de seis a oito pessoas em festas de fim de ano.

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.