Pandemia: maioria defende fechamento de escolas e estabelecimentos

Para 66% dos brasileiros, colégios devem permanecer fechados, aponta o Datafolha

Em meio ao risco de uma segunda onda da pandemia de Covid-19 no Brasil, a maioria da população defende o fechamento das escolas, bem como as restrições a estabelecimentos como bares, restaurantes e academias. É o que indica pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (18) pela Folha de S.Paulo. Conforme o levantamento, 66% dos brasileiros acreditam que os colégios devem permanecer fechados.

As mulheres são as que mais defendem o fechamento de escolas: 71%, contra 59% dos homens. Por outro lado, quanto maior a renda, mais o entrevistado se diz contra o fechamento: 51% dos que ganham acima de dez salários mínimos se põem contrários à medida – número que cai para 29% quando considerados os que ganham até dois salários mínimos.

É expressivo também o apoio ao fechamento de lojas, restaurantes e bares (55%) e de serviços como academias, salões de beleza e escritórios (59%). Além disso, a maioria está a favor da diminuição do horário de funcionamento de comércios e serviços em geral. A única restrição que realmente divide o brasileiro é o fechamento de igrejas – 49% se disseram contrários à medida, enquanto outros 49% se declaram favoráveis.

O Datafolha ouviu 2.016 brasileiros adultos por telefone, de 8 a 10 de dezembro, em todas as regiões e estados do País. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Com informações da Folha de S.Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *