Perpétua Almeida: Bolsonaro deve olhar para o povo e retomar auxílio

Líder do PCdoB na Câmara cobra compromisso do governo para garantir o sustento básico de parte da população.

Perpétua Almeida (Foto: Michel Jesus/Agência Câmara)

A líder do PCdoB na Câmara, deputada Perpétua Almeida (AC), reafirmou a necessidade de o governo federal dar continuidade ao auxílio emergencial para assegurar o sustento básico de parte significativa dos brasileiros durante a pandemia e tomar medidas para conter a alta dos preços que afeta principalmente a população de baixa renda.

“Inflação, desemprego e mortes por covid-19 em alta. Bolsonaro precisa olhar para o povo e retomar o pagamento do auxílio emergencial já. A população não pode ficar com as mãos abanando! Contem com a minha luta no Congresso Nacional”, declarou a parlamentar.

Perpétua apontou ainda que “para o povo não tem trabalho, mas as máquinas que reajustam os preços trabalham diariamente. Os mais pobres são os que mais sofrem com a carestia. E o governo Bolsonaro continua negando a renovação do auxílio emergencial, mesmo no momento mais difícil do país. Não vou me calar! Não vou cansar de cobrar e lutar pela volta do auxílio emergencial!”.

Conforme o IBGE, o desemprego foi de 14,3% entre agosto e outubro, atingindo mais de 14 milhões de pessoas. Reportagem do site da revista CartaCapital mostra que, segundo cálculo feito por Daniel Duque, pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas, a pobreza extrema pode atingir mais de 20 milhões de pessoas devido ao fim do auxílio.

Para piorar a situação do povo — que ainda sofre diretamente com a pandemia — os preços não param de subir. De acordo com o IPCA, a inflação de 2020 foi de 4,52%, maior alta desde 2016, sendo que somente os alimentos e bebidas sofreram aumento de 14,9%, o maior desde 2002 – entre as principais altas estão as carnes, o arroz e as frutas.

Fonte: Portal PCdoB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *