Unicamp produz textos, áudios e vídeos contra as fake news da pandemia

Preocupada com o avanço da desinformação no País e a necessidade crescente de trazer informações qualificadas, com base em evidências científicas, a Unicamp inicia uma faixa de combate às fake news.

A pandemia de covid-19 trouxe um grande desafio para comunicadores e cientistas: combater as “fake news”, palavra em inglês que significa notícias falsas. O termo rapidamente ficou conhecido no mundo todo, embora muitos pesquisadores e jornalistas o considerem inadequado pela contradição que ele traz: uma notícia nunca deveria ser falsa ou, se é falsa, não é notícia, é uma mentira.

Preocupada com o avanço da desinformação no País e a necessidade crescente de trazer informações qualificadas, com base em evidências científicas, a Unicamp iniciou uma faixa de combate às fake news. A faixa deve trazer conteúdos que ampliem o conhecimento das pessoas sobre os assuntos mais variados que muitas vezes chegam ao público como “informação”, mas que não passam de mentiras, como vem acontecendo em relação às vacinas contra a covid-19.

São publicados vídeos gravados por professores da Unicamp como o titular do Instituto de Química e integrante da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e Força-Tarefa da UNICAMP, Luiz Carlos Dias, as médicas infectologistas e professoras da Faculdade e Ciências Médicas (FCM) da Unicampo, Raquel Stucchi e Maria Luiza Moretti, o pediatra e professor titular José Martins Filho, além do físico e integrante do Grupo de Estudos da Desinformação em Redes Sociais (EDReS) da Unicamp, professor Leandro Tessler.

Os vídeos estão sendo gravados pelos professores em suas casas, utilizando seus próprios equipamentos, já que a Unicamp ainda mantém grande parcela de seus colaboradores em trabalho remoto, principalmente os que não atuam nos serviços essenciais.

Além dos vídeos, publicados também em uma listagem no Youtube oficial da Universidade, a faixa de combate às fake news no Portal Unicamp também irá publicar textos e áudios. Alguns conteúdos já disponibilizados tratam da imunidade contra a covid-19 entre aqueles que já tiveram a doença, de fake news do movimento antivacina e da covid-19 em crianças. Não deixe de acompanhar!

Assista mais:

Autismo, fetos abortados e luciferina: 3 mentiras do movimento antivacina

Doses só podem ser utilizadas pelo SUS

Do Jornal da Unicamp

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *