Jandira conclama unidade pela vitória no 1º turno da eleição na Câmara dos Deputados

A parlamentar alerta que os partidos de oposição podem não ter a chance de se posicionar no segundo turno, caso Artur Lira vença na primeira etapa da disputa.

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

A menos de uma semana da eleição para a mesa diretora da Câmara dos Deputados, as articulações se intensificam. Nos últimos dias o governo Bolsonaro passou a atuar abertamente em favor da candidatura do deputado Artur Lira (PP-AL), um dos expoentes do Centrão. Diante do risco de vitória do candidato bolsonarista, a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) pediu reflexão aos demais deputados de esquerda sobre o posicionamento no pleito que pode ser definido já no primeiro turno em favor de Lira.

“É importante que todos pensem que essa eleição pode ser de um turno só. Isso tem que botar todo mundo para pensar sobre como se posicionar nessa eleição da Câmara”, disse Jandira, após o ato em que os partidos de oposição protocolaram mais um pedido de impeachment de Jair Bolsonaro. Segundo a deputada, os partidos de oposição podem “não ter a chance de resolver no segundo turno” caso Lira tenha mais votos que Baleia.

Dentre os nove candidatos que já anunciaram candidatura a presidente, os dois com mais chance de vitória são Arthur Lira (PP-AL) e Baleia Rossi (MDB-SP). Em favor de Rossi, os partidos de esquerda se uniram para impedir que Bolsonaro passe a ter o controle da Câmara dos Deputados através da eleição de Lira. O candidato do MDB, que conta com o apoio do atual presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) é também apoiado pelo PT, PCdoB, Rede, PDT, PSB e PV.

Já o PSOL, com dez deputados federais, ficou dividido quanto a apoiar Baleia. O partido lançou a candidatura da deputada federal Luíza Erundina (PSOL-SP), mas há divergência dentro do partido sobre a melhor estratégia para a eleição da Câmara. Na semana passada, o racha se tornou público através de discussões entre os deputados da bancada no Twitter.

O líder da minoria na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), disse que o grupo está fazendo “todos os esforços para não correr o risco” de ver Lira eleito presidente da Casa.

“É fundamental que Bolsonaro não ganhe o controle da Câmara dos Deputados”, disse Alessandro Molon (PSB-RJ), líder do PSB. “A disputa na segunda-feira é uma disputa pela vida dos brasileiros. Por isso o nosso empenho em apoiar um candidato que em termos econômicos pensa tão diferente de nós”, disse Molon, em relação a Baleia.

Com informações do UOL

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *