Mercado vê inflação maior e crescimento menor em 2021

Segundo o Boletim Focus, do Banco Central, projeção para o IPCA subiu para 4,81% e estimativa de crescimento do PIB caiu para 3,18%.

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

O mercado financeiro elevou a projeção para a inflação e reduziu a expectativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos em um país) para 2021. As alterações estão no Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (29) pelo Banco Central. Trata-se de uma pesquisa semanal feita pelo BC junto aos economistas de instituições financeiras.

Conforme os resultados publicados hoje, a projeção para a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 4,71% uma semana atrás para 4,81% nesta semana. Já a expectativa de crescimento da economia caiu de 3,22% na semana passada para 3,18% nesta.

O mercado também está mais pessimista em relação ao câmbio do que uma semana atrás. Antes, previam o dólar a R$ 5,30 ao fim de 2021. Agora, projetam a moeda norte-americana ao custo de R$ 5,33. A previsão para a Selic, taxa básica de juros, se manteve em 5% ao ano para o fim de 2021. Atualmente a taxa básica está em 2,75% ao ano, após a recente elevação de 0,75 ponto percentual.

2022

Para 2022, o mercado financeiro projeta uma inflação de 3,51%, número igual ao da semana passada. A expectativa para crescimento do PIB no ano que vem, no entanto, diminuiu de 2,39% para 2,34%.

A maior parte dos economistas vê o dólar a R$ 5,26 (era R$ 5,25 na semana passada) e a taxa Selic em 6% ao ano ao fim de 2022 (patamar igual ao da pesquisa da última semana).

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *