Bolsonaro está cada vez mais equivocado e isolado

.

Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro vai ter que se reinventar para completar o seu mandato. Em parte, ele já é distinto do Bolsonaro da campanha eleitoral de 2018. Diferente do que prometeu, uma política de rompimento com “tudo que estava aí”, hoje Bolsonaro é refém do Centrão. Sem o apoio das forças políticas tradicionais e o “toma lá dá cá”, provavelmente seu governo estaria em apuros ainda maiores.

Outro ponto que obriga Bolsonaro a se reinventar é o cenário internacional. Aliando-se à Donald Trump a todo custo, inclusive contra interesses nacionais, Bolsonaro ficou isolado. O Brasil teve as relações com países em desenvolvimento e parceiros comerciais prejudicadas. Após Joe Biden assumir a presidência dos EUA com agenda distinta de seu antecessor, Bolsonaro fica sem ter a quem pedir ajuda.

O desastre no combate à pandemia de Covid-19 é mais um fator que impõe mudanças na estratégia de governo. Internamente, Bolsonaro fez pouco caso da doença, sabotou medidas de isolamento e criticou instituições profissionais na área da saúde e da ciência. Agora, vendo governadores se movimentarem em busca da vacina e com dificuldades de negociar com Índia e China, recorre a narrativas fantasiosas para se salvar. A oposição precisa se adaptar à situação e mobilizar a população pelo seu impedimento.

Impeachment já, fora Bolsonaro, fora Eduardo Pazuello e fora Paulo Guedes.

As opiniões expostas neste artigo não refletem necessariamente a opinião do Portal Vermelho
Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *