Marcelo Mário de Melo – Um poeta que conta a história do seu tempo

.

Conheço Marcelo Mário de Melo há 40 anos. Ele, recém saído do cárcere nos anos de chumbo, e eu, uma mocinha, em busca de escrever poesia e de construir liberdades. Recitamos juntos anos a fio no Movimento de Escritores Independentes de Pernambuco. Sempre estivemos a nos ver, mesmo quando não estávamos próximos. Ele é um dos meus ícones pelo simples fato de manter a poesia, a política, a performance, o humor e o esperançar comunista como rumo. É dele o livro que falo neste vídeo, Os Quatro Pés da Mesa Posta, com poemas escritos na prisão e lançado em 1980 pela Edições Pirata. Uma preciosidade da minha estante que não troco, não vendo e só deixo ler na minha casa.

As opiniões expostas neste artigo não refletem necessariamente a opinião do Portal Vermelho
Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.