A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Francisca Rocha

Secretária de Assuntos Educacionais e Culturais do Sindicato dos Professores de Ensino Oficial do Estado de São Paulo (APEOESP), secretária de Saúde da Confederação Nacionaldo Trabalhadores na Educação (CNTE) e dirigente da Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil (CTB-SP).
Quando a falta de educação é um projeto de governo

Precisamos organizar o movimento educacional, conversar com a sociedade e criar um amplo movimento em favor da educação pública e do país

A quem interessa a volta às aulas presenciais?

Só podemos voltar para as salas de aula quando a pandemia estiver efetivamente controlada.

Educação pública de qualidade necessita de profissional especializado

Mesmo em meio à maior pandemia da história da humanidade, parte dos governadores estabelece o ensino remoto de apoio pedagógico como forma de responder à suspensão das aulas e manter o calendário letivo de 2020.

Solidariedade cresce em meio à pandemia do coronavírus

Por causa da falta de ação do governo federal e de grande parte dos governadores e prefeitos em realizar projetos em favor dos mais carentes, a sociedade civil organizada se mobiliza para distribuir cestas básicas para os que mais sentem os efeitos do isolamento social para enfrentar a pandemia.

Tirar Bolsonaro e criar uma frente ampla para liderar o país

“Não fez nada para melhorar a renda das brasileiras e brasileiros vulneráveis como os trabalhadores informais, os desempregados, moradores de rua, indígenas, favelados, enfim todo mundo que precisa de ação do Estado para manter uma renda mínima para ficar em casa, em isolamento, freando a disseminação do perigoso vírus.”

Brasil unido para derrotar a ameaça da Covid-19

O novo coronavírus tem feito estragos enormes em países onde não se adotou as medidas necessárias para reduzir drasticamente a transmissão da doença.

Letargia de Bolsonaro tem consequências drásticas, mas o povo reage

“Tem intenção de privatizar tudo no país. Cortou investimentos da educação pública e do Sistema Único de Saúde (SUS), atacou a cultura, os direitos humanos e todas as políticas de promoção de direitos das mulheres, dos negros, dos indígena”s e dos LGBTs.

Doria se mostra igual a Bolsonaro e reprime violentamente servidores

“A máscara de Doria caiu rapidinho com a truculência policial sobre os manifestantes pacíficos contra a malfadada reforma que retira muitas conquistas importantes das servidoras e servidores públicos e afeta sobremaneira os docentes.”

1 2 3 4

Colunistas

Francisca Rocha
José Carlos Ruy
Eron Bezerra
Umberto Martins
Celinho Sintrocel
Jorge Gregory
José Reinaldo Carvalho
João Guilherme Vargas Netto
Joan Edesson de Oliveira
Cida Pedrosa