A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Sayid Marcos Tenório

Historiador e especialista em Relações Internacionais. É vice-presidente do Instituto Brasil-Palestina (Ibraspal) e autor do livro Palestina: do mito da terra prometida à terra da resistência (Anita Garibaldi/Ibraspal, 2019. 412 p). E-mail: sayid.tenorio@uol.com.br – Twitter: @HajjSayid

Oslo: 28 anos de assentamentos e judaização da Palestina

Os resultados nefastos dos Acordos de Oslo são sentidos a todo momento na vida dos palestinos, que vêm se concretizando e se expandindo através das colônias judaicas na Cisjordânia que crescem como erva daninha no território palestino

A cruel e ilegal realidade dos presos palestinos

Desde a fundação do “estado judeu”, Israel desenvolve brutal repressão para sufocar e acabar com a resistência dos palestinos, criminalizando qualquer forma de oposição à ocupação, onde as prisões são instrumento de repressão e castigo aos palestinos

Os muçulmanos e a libertação da Palestina

A mensagem do Islã carrega os valores da verdade, justiça, liberdade e dignidade, proíbe todas as formas de injustiça e por isso os palestinos são persistentes em alcançar o inalienável direito de retornar e de estabelecer o seu Estado independente

Os cristãos palestinos e a resistência islâmica

Palestinos, cristãos e muçulmanos estão unidos contra a ocupação e pela libertação da Palestina, pois têm os mesmos direitos, têm os mesmos deveres e sofrem as mesmas agruras do apartheid do estado judeu

Sionismo e Nazismo, duas faces da mesma moeda

Apesar dessa colaboração que a propaganda de Israel não pode apagar, sionistas fazem uso conveniente dos horrores do Holocausto com o nítido interesse de deturpar os fatos e criar uma cortina de fumaça ideológica em seu favor

Nova direção e novos desafios do Hamas na Palestina

Ao longo de sua existência, o Hamas tem sido capaz de manter esse processo de forma institucionalizada e com altíssimo grau de participação, transparência e integridade

Apartheid e crimes de Israel contra palestinos

Israel comete atos equivalentes a apartheid, crimes de guerra e violação do direito internacional e do direito internacional humanitário, fatos documentados ao longo de décadas por várias instituições internacionais de direitos humanos

Israel tornou a Faixa de Gaza uma prisão a céu aberto

O Estado de Israel, por meio de medidas autoritárias e constantes agressões, tem feito da Faixa de Gaza um grande campo de concentração a céu aberto

Dificilmente Israel vencerá novas batalhas contra Gaza

Israel fracassou em mais uma tentativa de destruir Gaza e isolar o Movimento de Resistência Islâmica (Hamas), Enquanto isso, enquanto vê o crescimento do sentimento do enfraquecimento militar de Israel na opinião pública israelense da evidente incapacidade de derrotar o Hamas e as outras forças da resistência.

Israel, um apartheid travestido de democracia

Ao contrário das democracias liberais, Israel continua ligado a um paradigma nacionalista étnico em que o país não pertence a todos os seus cidadãos, mas a um particular grupo étnico-religioso em detrimento da população árabe-palestina

Antissemitismo, cortina de fumaça para os crimes de Israel

A acusação de antissemitismo usada por Israel e seus apologistas é muito conveniente e útil quando eles estão sem argumentos para crimes contra palestinos