A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Brumadinho

Frente ampla para derrotar o fascismo é destaque na Semana Vermelha

A marca da semana foi a ação do governador Flávio Dino do Maranhão, em defesa do diálogo e da ampla frente de democratas para derrotar a extrema direita na eleição presidencial de 2022. Em contapartida, o ministro da Fazenda Paulo Guedes vende o Brasil em Davos, na Suíça, com promessas entreguistas absurdas ao grande capital multinacional. O desastre ambiental de Brumadinho (MG) completou um ano e a ameaça de novos desastres continua, assim como a imp0unidade das empresas culpadas. A política do governo mantém os salários perdendo para a inflação. E partidos da oposição querem investigar o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Onyx Lorenzoni por compra de votos na Câmara dos Deputados. A luta pela democracia é cada vez mais urgente e necessária!

Os sinos ainda dobram por Brumadinho, por Fabiano Contarato

Brumadinho é, afinal, um triste marco: faz um ano que aconteceu e não tivemos mudanças efetivas na legislação; ninguém foi preso

Brumadinho, 1 ano: 50 barragens de MG podem romper a qualquer momento

Agência responsável por visitar os locais sob ameaça atua com apenas um terço da equipe necessária e não consegue, sequer, analisar com profundidade os relatórios técnicos enviados pelas empresas

Brumadinho, 1 ano: O desastre em andamento

Parcela da população acredita que a Vale esteja cumprindo todas as suas obrigações, já que a empresa gasta milhões de reais em propaganda

Brumadinho, 1 ano: “A impunidade não vai permanecer”, diz Gilson Reis

Rompimento da barragem da Vale na Mina Córrego do Feijão deixou 272 mortos, mas a empresa segue impune

CPI de Brumadinho propõe plebiscito sobre reestatização da Vale 

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Brumadinho, instalada na Câmara dos Deputados, vai propor a realização de um plebiscito sobre a reestatização da Vale. “A população tem o direito de decidir se o lucro deve ou não ser revertido para a sociedade”, diz o presidente da CPI, Júlio Delgado (PSB-MG). Segundo o relator, Rogério Correia (PT-MG), é necessário questionar os benefícios desse tipo finito de mineração, que deixa as populações expostas a tragédias ambientais como as de Brumadinho.

Migrações e as tragédias de Brumadinho e Mariana são tema de exposição

A barbárie está nas televisões, jornais, na esquina das nossas casas. As barragens de Brumadinho e Mariana, a guerra que destrói famílias e cria refugiados na região do Mar Mediterrâneo e nas Américas mostram que a barbárie está mais próxima do que se pensa.

CPI de Brumadinho quebra sigilo do ex-presidente da Vale

A CPI de Brumadinho da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (4) requerimento para a quebra de sigilo de informações do ex-presidente da Vale Fabio Schvartsman. O expediente aprovado determina a quebra de sigilo bancário, fiscal, telefônico e de e-mail do executivo, que comandava a mineradora em 25 de janeiro passado, quando ocorreu o rompimento da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho, resultando em mais de 200 mortes confirmadas e quase 100 corpos ainda desaparecidos.

CPI de Brumadinho quer novas regras para a mineração

Estão em análise pelo menos 22 mudanças na área de exploração mineral no país.

Brumadinho: O coração mineiro desaguado na lama

 Por Daniela Rebello*

Adilson Araújo: A privatização mata

Mais de 300 pessoas morreram em consequência do crime ambiental cometido pela Vale em Brumadinho (MG). Em novembro de 2015 ocorreu a ruptura de outra barragem da empresa, também em um município mineiro, Mariana, que fez 19 vítimas fatais, isto é contando só seres humanos. A destruição da flora e da fauna foi aterrodora e deu lugar a surtos de febre amarela, dengue e outras doenças.
Por Adilson Araújo*

A situação de Minas exige um estadista, não um gerente

"É evidente as responsabilidades da empresa nos crimes ambientais de Mariana e Brumadinho. Mas com a cabeça de quem defende a iniciativa privada acima de tudo, Zema se coloca mais do lado da empresa do que do Estado e do seu povo".

Por Wadson Ribeiro*

1 2 3