A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: desmatamento na amazônia

Banco Mundial: o desmatamento gera lucro de até US$15 bi por ano

Nos últimos anos, o índice de desmatamento das florestas brasileiras tem reduzido significativamente, embora ainda esteja longe da meta de desmatamento zero esperada. Em nível global, o desflorestamento também é preocupante: a cada dois segundos, uma área florestal do tamanho de um campo de futebol é derrubada por madeireiros.

Em coluna, Dilma destaca redução do desmatamento na Amazônia

O desmatamento da Amazônia, que tinha chegado a 27,7 mil km², em 2004, no ano passado foi reduzido para 6,2 mil km², a menor área desmatada dos últimos 22 anos, informou a presidente Dilma Rousseff na coluna Conversa com a Presidenta, ao fazer um balanço das medidas do governo federal para redução da emissão dos gases de efeito estufa.

Dilma comenta redução de quase 80% do desmatamento na Amazônia

O desmatamento ilegal na Amazônia sofreu queda de 77,6% nos últimos oito anos. O dado foi divulgado hoje (17) pela presidente Dilma Rousseff, na coluna Conversa com a Presidenta. Em 2004, o desmatamento na Floresta Amazônica tinha chegado a 27,7 mil km²; no último ano esse índice foi de 6,2 mil km². O levantamento, computado pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), foi divulgado no final de 2011.

Operação do Ibama flagra desmatamento de área de 700 hectares

Uma operação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em Mato Grosso resultou na aplicação de mais de R$ 3,5 milhões em multas e no embargo de 700 hectares de áreas desmatadas ilegalmente, o equivalente a 700 campos de futebol.

Amazônia: desmatamento atinge 385 km² em outubro

A Amazônia perdeu 385,5 quilômetros quadrados (km²) de florestas em outubro, de acordo com dados divulgados hoje (29) pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Os números são do sistema de Detecção do Desmatamento em Tempo Real (Deter).

Ministra avalia que Senado melhora texto do novo Código Florestal

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Vieira Teixeira, disse hoje (9) que as comissões de Ciência e Tecnologia e de Agricultura, do Senado, melhoraram a proposta do novo Código Florestal. “Houve um aperfeiçoamento do texto”, reconheceu Izabella, comparando o projeto atual ao texto-base do projeto encaminhado pela Câmara. A ministra reconhece que há esforço das duas casas em “tirar dos polos e trazer para a convergência” os pontos mais polêmicos.

Nove madeireiras e governo de Rondônia são réus de ação do MPF

Nove madeireiras e o governo de Rondônia são réus de uma ação civil pública ingressada na última semana pelo Ministério Público Federal (MPF) na cidade de Ji-Paraná. As madeireiras são acusadas de extrair ilegalmente madeiras nobres de três territórios indígenas. O governo sofre a ação, pois através da Secretaria Estadual de Meio Ambiente emitiu licenças de instalação para as madeireiras, desconsiderando os impactos aos indígenas.

Ministra brasileira destaca redução sensível do desmatamento

A ministra brasileira de Médio Ambiente, Izabella Teixeira, destacou nesta segunda-feria (31) a sensível redução do desmatamento na Amazônia em setembro passado, quando a perda de árvores foi a menor para esse mês desde 2004.

Desmatamento na Amazônia registra queda

De acordo com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, os dados do desmatamento da Amazônia em setembro deverão manter a tendência de queda.

Amazonas: Lideranças indígenas debatem desmatamento

Começa nesta terça (20) o Encontro Purus Indígena, que reúne as principais lideranças do complexo de terras indígenas e unidades de conservação que tentam consolidar uma barreira contra o avanço do desmatamento no sul do Amazonas. O evento segue até dia 23.

Queimadas aumentam 241% na Amazônia

As queimadas e atividades de exploração da floresta amazônica atingiram, em julho deste ano, 6.389 km² de áreas nativas, avançando 116 km². Considerando o calendário oficial do desmatamento, a degradação representa um aumento de 241% em relação ao período anterior (agosto de 2009 a julho de 2010), quando as queimadas e exploração destruiram 1.873 km² de cobertura florestal.

Ação conjunta vai coibir desmatamento na área do Parque do Xingu

  O governo do estado de Mato Grosso e a Fundação Nacional do Índio (Funai) vão assinar um acordo de cooperação para evitar o desmatamento e ampliar a proteção aos índios no entorno no Parque Indígena do Xingu, que está completando meio século de criação. O diretor de Promoção para o Desenvolvimento Sustentável da Funai, Aloysio Guapindaia, disse que o órgão sabe dos problemas que existem no entorno da reserva e reconhece que são uma ameaça aos índios.

1 6 7 8 9 10