A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Dieese

Custo da cesta básica aumenta nas 17 capitais pesquisadas pelo Dieese

Altas mais expressivas ocorreram em Campo Grande e Porto Alegre

Economia patina e trabalhadores pagam a conta, diz boletim do Dieese

Se a situação econômica geral é negativa, o Dieese destaca como o baixo crescimento econômico afeta em específico os trabalhadores, principalmente devido à inflação

Maioria dos reajustes salariais fica abaixo da inflação, diz Dieese

Apenas 14% das campanhas salariais concluídas em março tiveram aumento real

Isenção para importação do etanol depende de outros fatores para que preço caia

“É preciso garantir que os importadores e os produtores nacionais não aproveitem o momento, com redução do valor do imposto, e aumentem sua margem de lucro”, diz economista e técnico do Dieese na FUP.

Inflação de Bolsonaro agrava o arrocho salarial dos trabalhadores

Em 42% dos reajustes de salários, o aumento ficou abaixo da inflação do período – ou seja, houve arrocho salarial

Salário mínimo ideal de fevereiro deveria ter sido de R$ 6.012,18

Cálculo é feito pelo Dieese, com base na cesta básica mais cara do país e deve bancar despesas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência de uma família com 4 pessoas.

Valor da cesta básica sobe em 16 das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese

As altas mais expressivas ocorreram em Brasília (6,36%), Aracaju (6,23%), João Pessoa (5,45%), Fortaleza (4,89%) e Goiânia (4,63%)

Salário precisaria ser 5 vezes maior para pagar despesas básicas

Valor vai se distanciando do ideal, desde que Bolsonaro acabou com a política de valorização do salário mínimo implantada pelo governo Lula.

Bolsonaro quer combater a inflação com a fome dos brasileiros

Supervisora do Dieese aponta que aumento no valor da cesta básica em 17 capitais ao longo de 2021 está diretamente relacionado ao modelo agro-exportador e ao abandono dos estoques reguladores de alimentos

Cesta básica já responde por 67% do salário mínimo

Preços dos alimentos básicos, principalmente os que são commodities, seguiram elevados em 2021

Sob governo Bolsonaro, cesta básica aumenta em todas as capitais

Quando assumiu a Presidência, o valor da cesta básica correspondia a 46,59% do salário mínimo e um trabalhador de São Paulo precisava de um total de 102h50 para adquirir os alimentos básicos para a sobrevivência de um adulto. Três anos depois, a cesta já custa o equivalente a 59,52% e a sua aquisição demanda uma jornada de trabalho de 128h20, ou seja, de 25h30 a mais.

Salário mínimo de 2022 poderá comprar menos de duas cestas básicas

A projeção do Dieese é que o custo mensal para um adulto se alimentar ficará em torno de R$ 700 na capital paulista em janeiro, segundo informa a BBC News Brasil.

1 2 3 18