A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Exportações brasileiras

De Olho no Mundo, por Ana Prestes

Os ataques de Israel à Síria com o apoio dos EUA foram intensificados desde novembro e são o destaque da nota desta quarta-feira (13). A afirmação falsa do secretário de Estado Mike Pompeo sobre a proximidade da Al Qaeda com o Irã, a condução do segundo processo de impeachment de Trump, o pronunciamento do presidente francês Macron sobre a soja brasileira, as eleições presidenciais em Uganda, o enfrentamento entre grevistas e governo Modi na Índia, a reação das empresas de tecnologia depois da invasão do Capitólio e o novo protocolo para os passageiros que embarcam rumo aos EUA são outros assuntos analisados pela cientista política Ana Prestes.

China se firma como maior parceiro da Argentina, desbancando o Brasil

A desaceleração da indústria brasileira devido ao novo coronavírus é uma das razões para a mudança.

Agronegócio exportou US$ 96,8 bilhões no ano passado.

O valor representa 43,2% do total exportado pelo Brasil, segundo a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Embargo dos EUA ameaça o acesso da carne brasileira a novos mercados

Produtores de carne do país temem que a decisão dos Estados Unidos de embargar o produto brasileiro in natura (carne fresca) prejudique o acesso do Brasil a novos mercados. A preocupação foi revelada pelo vice-presidente da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), Hélio Sirimarco, para quem a decisão do governo norte-americano causa mais impacto à imagem do produto brasileiro que ao bolso do exportador.

A importância da carne para a economia brasileira

O operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal na sexta-feira (17), contra empresas brasileiras de alimetação atingiu um setor importante da economia nacional e poderá trazer graves prejuízos ao país, em particular nas exportações. O Portal Vermelho reproduz abaixo um levantamento sobre a importância da carne na economia brasileira feito pelo blog O Cafezinho.

Exportações crescem e balança comercial tem superavit de US$ 3 bi

A balança comercial brasileira teve superavit de US$ 3,043 bilhões em fevereiro. Isso significa dizer que as exportações foram maiores que as importações. Trata-se do melhor resultado para meses de fevereiro desde o início da série histórica da balança, em 1989. Diferente de outros meses, em que o resultado foi positivo graças à queda nas importações, desta vez, há mais razões para celebrar: as vendas externas subiram 4,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.  

A Lava Jato joga por terra expansão das empreiteiras no exterior

A expansão das empreiteiras brasileiras para o exterior se deu a partir do governo militar, com a ida da Mendes Júnior ao Iraque em um jogo cruzado com a Petrobras e sua trading Interbras: o Iraque passou a ser o maior fornecedor de petróleo bruto ao Brasil e, em troca, comprava automóveis, material bélico e serviços de engenharia, incluindo equipamentos brasileiros como geradores, bombas de grande porte, compressores, máquinas de construção.

Por André Araújo

Empresas brasileiras devem fechar negócios de US$ 659 mi em Dubai

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) levará este ano 86 empresas brasileiras à Gulfood, principal feira de alimentos e bebidas do Oriente Médio. O evento ocorre em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, de 21 a 25 de fevereiro. A estimativa da Apex é o fechamento de US$ 659 milhões em negócios, durante a feira e ao longo dos 12 meses seguintes.

Brasil exporta US$ 2,922 bilhões na primeira semana de 2016

O Brasil registrou saldo comercial positivo de US$ 150 milhões na primeira semana de janeiro. O resultado reflete exportações de US$ 2,922 bilhões e importações de US$ 3,072 bilhões. Os números foram divulgados, nesta segunda-feira (11), pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Mauro Santayanna: O porrete e o vira-lata

Por mais que se esforcem os vira-latas tupiniquins, fazendo tudo que os gringos querem, oferecendo quase 90% de liberação de produtos, os protecionistas europeus simplesmente se recusam a concorrer com o Mercosul na área agrícola – justamente onde somos mais competitivos.

Por Mauro Santayanna*

Exportações de pequenas e médias empresas crescem 13,4%

Estudo realizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) mostra que mais micro, pequenas e médias empresas (PME's) brasileiras estão colocando seus produtos no mercado internacional.

Câmbio favorece indústria nacional; só falta os juros baixarem

A indústria brasileira já está colhendo resultados positivos dos sucessivos ajustes na taxa de câmbio. De acordo com dados da Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior (Funcex), a rentabilidade das exportações da indústria de transformação cresceu 12,6%, em julho, em comparação com o mesmo período de 2014. Com a indústria agora em melhores condições de recuperar mercados externos, economistas e empresários defendem baixar os juros, para retomar também o consumo interno.

1 2 3 7