A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: literatura,

Literatura indígena torna protagonista quem a história tornou cenário

Para Eduardo Navarro e Eliana Potiguara, o crescimento da literatura indígena é um marco na representação do índio enquanto protagonista de sua própria história

Vida e morte na literatura: traço da realidade

A relação vida e morte constrói o enredo nas obras de Clarice, Graciliano e João Cabral, uma vez, que as condições em que se dá a vida de seus personagens é perpassada por uma travessia de degradação, negação e a busca iminente por um instante que dê sentido aos malogrados de uma existência de escassez

O Nobel de Abdulrazak Gurnah: uma introdução ao homem e sua escrita

Ele escreveu inúmeras obras que colocam questões em torno de ideias de pertença, colonialismo, deslocamento, memória e migração. Seu romance Paraíso , ambientado no leste colonial da África durante a primeira guerra mundial, foi selecionado para o Prêmio Booker em 1994.

Herdeiras de Capitu? Personagens femininas silenciadas

Pesquisadora analisa livros em que um narrador homem tenta omitir a voz de uma personagem feminina da trama. As vozes dessas mulheres, porém, se inserir nas obras, de diferentes maneiras.

A saudade de Saramago e sua luta só aumentam

No dia 18 de junho de 2010, a literatura perdia José Saramago, Prêmio Nobel da Literatura de 1998. Em onze anos, ele faz cada vez mais falta à literatura, com suas fábulas distópicas e investigação sobre a alma humana. Assim como fica a saudade de sua necessidade, sempre contundente, de se manifestar contra as misérias políticas por todo o mundo.

Deputada repudia exclusão de metade do acervo da Fundação Palmares

Confira a repercussão da censura ideológica a livros do acervo da Fundação Palmares.

“Há muita história soterrada”, diz Itamar Vieira, autor de Torto Arado

Em entrevista, escritor comenta a importância das comunidades quilombolas entre outros aspectos de sua literatura

Como não consigo matar a injustiça, escrevo

Respostas que falei por e-mail a Ney Anderson, do site Angústia Criadora*

Bosi era “o mais multifacetado dos críticos literários do País”

Autor de “Dialética da Colonização”, o professor da USP morreu nesta quarta-feira, dia 7, aos 84 anos, de covid-19. Professores, colegas e ex-alunos lamentaram a morte de Bosi e recordaram seu legado.

Carolina Maria de Jesus, a Bitita, é doutora

A escritora Carolina Maria de Jesus recebeu o título póstumo Doutora Honoris Causa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Machado de Assis – o menino de rua que virou presidente da Academia, por José Carlos Ruy

O Portal Vermelho presta mais uma homenagem a José Carlos Ruy, jornalista, escritor, pesquisador da história e do marxismo e nosso colunista, falecido no dia 2 de fevereiro. Republicamos seu artigo sobre Machado de Assis, um de seus autores prediletos e sobre o qual deixa uma obra póstuma a ser lançada ainda este ano.

Quadrinhista Zé Wellington lança e-books sobre universo da pistolagem

Enveredando pela literatura, cearense lança livro ‘Mata-mata’ baseado em vivências contadas aos montes pelo interior cearense, em uma mistura entre ficção e realidade.

1 2 3 136