A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: OIT

Mulheres e jovens foram os mais afetados pela pandemia, diz OIT

Região perdeu ao menos 34 milhões de empregos em virtude da crise imposta pelo coronavírus

Pandemia destruiu 47 milhões de postos de trabalho na América Latina

Segundo relatório da OIT, região está acima da média mundial em perda de horas trabalhadas. Mulheres são mais atingidas.

Debate sobre renda básica universal avança no Congresso e na sociedade

Parlamentares podem converter auxílio emergencial em renda permanente. Segundo especialistas, conceito da renda básica está relacionado ao direito à dignidade e ao trabalho.

Quem lucra com a pandemia?

Não é preciso ter lido a obra de Michel Foucault sobre biopolítica para entender que o neoliberalismo – em crise profunda desde pelo menos 2008 – é uma técnica de controle/governo na qual o capitalismo de vigilância encontra-se profundamente arraigado.

Coronavírus: OIT prevê “perdas devastadoras” de empregos no mundo

Crise da Covid-19 vai dilapidar 6,7% das horas de trabalho no segundo trimestre de 2020, o que equivale a 195 milhões de trabalhadores em tempo integral

Quase 25 milhões de empregos podem ser perdidos devido ao Covid-19

Mais afetados seriam principalmente jovens e trabalhadores mais velhos, assim como mulheres e migrantes.

Convenção histórica da OIT contra violência e assédio no trabalho

Convenção reconheceu que a violência e o assédio no mundo do trabalho levam à violação ou abuso dos direitos humanos e são ameaça à igualdade de oportunidades e incompatíveis com o trabalho decente.

Davidson Magalhães: Quem deseja paz, cultiva justiça

Imagine o mundo do trabalho sem folga nos finais de semana, sem jornada diária de oito horas ou mínimas condições de saúde e segurança, com exploração de trabalho escravo ou infantil, sem a mínima proteção para trabalhadores vulneráveis ou grávidas.

OIT desmente Bolsonaro: Brasil ainda terá longo ciclo de desemprego 

Ao assumir o Palácio do Planalto, em 1º de janeiro, Jair Bolsonaro (PSL) fez questão de citar “o grande desafio de enfrentar os efeitos (…) do desemprego recorde”. Ainda que de forma genérica, prometeu não apenas “bons empregos” – mas também “boas escolas, capazes de preparar (…) para o mercado de trabalho”.

Por André Cintra

De Olho no Mundo, por Ana Prestes

Um resumo diário das principais notícias internacionais

 De Olho no Mundo por Ana Prestes

 Um resumo das principais notícias internacionais

Diretor da OIT critica Bolsonaro e embaixadora brasileira reclama

Rafael Diez de Medina, chefe de Estatísticas da Organização Internacional do Trabalho (OIT) saiu em defesa do IBGE, após o presidente eleito Jair Bolsonaro ter chamado de “farsa” a metodologia do instituto para calcularo desemprego no País. Nas redes sociais, ele se mostrou "extremamente preocupado sobre o futuro das estatísticas oficiais no Brasil". Não tardou, contudo, à embaixadora do Brasil em Genebra, Maria Nazareth Farani Azevêdo, reclamar, fazendo com que os tuítes fossem retirados do ar.

1 2 3 10