3 de novembro de 2017 - 15h19

 Pará mobiliza militância, consolida direções e aponta metas para 2018.


Roberto Jânio
   
 
     Quase 3.000 pessoas, entre filiados e militantes, participaram do processo do 14º Congresso do PCdoB no Pará. Em cerca de 80 cidades, com resultados já apurados, foram eleitas direções para os comitês municipais. Nas cidades nas quais não foi realizada a Conferência, o partido passará por processos de reorganização e buscará incorporar novos filiados, já visando o fortalecimento das lutas sociais e da chapa de deputados estaduais que está sendo montada visando consolidar e ampliar as vagas na Assembleia Legislativa do Estado, que hoje conta com a presença do Deputado estadual e Vice-presidente do PCdoB Lélio Costa.

Belém mobilizou mais de 600 pessoas

     Na capital do Estado, Belém, as assembleias de base reuniram mais de 600 pessoas, fato importante por conta da campanha sistemática feita pelos conservadores no país, que visa, em última instância, afastar o povo da política. O objetivo do processo, além de debater a proposta de resolução apresentada pela direção nacional do partido, foi o de estruturar os organismos de base, novos e antigos, entre trabalhadores, universidades, juventude e comunitários buscando o enraizamento do partido junto as bases e em articulação com os movimentos sociais, a frente institucional e no trabalho de divulgação das ideias do partido. Militantes novos, dos movimentos por reforma urbana, direitos humanos e da área da comunicação e cultura participaram do processo.
     É importante registrar que no processo de desenvolvimento da Conferência de Belém, houve a disposição dos dirigentes da Fundação Maurício Grabois, que contribuíram na divulgação da proposta de resolução e no aprofundamento dos debates, o que permitiu aprimorar ainda mais a visão sobre os problemas do país e o projeto do PCdoB para a conjuntura atual.
     Na plenária final, estiveram presentes 140 delegados eleitos nas bases e pelo CM anterior, realizando longos e produtivos debates sobre as teses e elegendo os representantes para a Conferência estadual. Além disso, houve a eleição da nova direção do partido para o biênio 2018/2019.
     Michel Sodré, historiador, membro do Comitê estadual e da FMG foi eleito presidente. Para a vice-presidência foi eleito o líder sindical rodoviário, dirigente da CTB e Vereador da capital Altair Brandão, que também é membro do Comitê Estadual.

Plenária final marcada por emoção. Tristeza pela perda de Paulo Fonteles Filho e convicção do crescimento do partido.

     Contando com a presença de militantes de várias regiões do Estado e cerca de 150 delegados, a plenária final da Conferência no Pará, realizada no dia 28 e 29 de Outubro foi marcada por grande emoção pela perda recente do dirigente comunista Paulo Fonteles Filho. Como singela homenagem, a Conferência e o Comitê Estadual eleito para o biênio 2018/2019 levam seu nome.
     Jorge Panzera, Presidente do CE e membro do Comitê Central registrou que “nossa conferência foi uma grande vitória do partido, em que pese a tristeza com o desaparecimento físico do camarada Paulinho Fonteles. Este processo nos preparou para as grandes batalhas, com o objetivo de eleger deputado federal e estadual no ano que vem”.
     Um dos momentos mais importantes na plenária, contou com a exposição sobre o projeto de resolução política feita por Walter Sorrentino, Vice-Presidente Nacional do partido.Walter, de forma clara e contundente, condenou a agenda devastadora de Temer, que tem o claro objetivo de derrubar conquistas dos trabalhadores e do povo e desmontar o Brasil. Ressaltou que as elites fazem de tudo para que o povo, os trabalhadores se afastem da política e chamou a atenção do partido para a necessidade de crescimento e de maior influência do partido na sociedade, no Brasil e no Pará.
     Para o Deputado Lélio Costa, a Conferência demonstra o amadurecimento e o crescimento do partido, que se coloca como forte referência política no estado, atraindo várias lideranças importantes.
     Um fato importante da Conferência foi a presença de quadros políticos, oriundos de outras organizações partidárias, recém-filiados ao partido e que fizeram uso da palavra. Destaque para a ex-Governadora Ana Júlia Carepa, o ex-prefeito de Xinguara, professor universitário e filósofo Davi Passos e do médico, ex-prefeito de Castanhal e ex-deputado estadual Dr.Soares. Todos eles, entre vários outros novos camaradas, participando ativamente do debate.
     A plenária elegeu a nova direção estadual, e também os delegados à plenária final do 14º Congresso, que começa no dia 17 de Novembro em Brasília.
     Entre homenagens à Paulinho e esperanças no futuro todos uniram-se em um só grito:1,2,3,4,5,mil. Viva o Partido Comunista do Brasil.



 Leila Márcia e Roony Bentes, de Belém.

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais