A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Economia

Vazamento dos dados pessoais de chaves do PIX pode dar origem a golpes

“A posse de informações pessoais conjuntas e atualizadas do nome completo, conta corrente de utilização preferência, CPF e telefone celular são ativos caros e que podem ser utilizados para diversas finalidades fraudulentas”, alerta Adriano Mendes.

Banco Central comunica vazamento de dados de 160,1 mil chaves Pix

Foram vazados dados cadastrais da Acesso Pagamentos

Senado pode votar mudança na política de preços dos combustíveis

Senadores podem apreciar, em fevereiro, Projeto de Lei que busca atenuar o impacto das cotações internacionais no valor cobrado ao consumidor no Brasil.

O mundo pós-Covid, distopia ou solidariedade?

Um futuro mais promissor convida a desvendar o enigma de Mona Lisa[I]. Durante anos permaneceu envolto em mistério o sorriso da Gioconda retratado por Leonardo da Vinci. A interpretação mais próxima da verdade é revelar a capacidade de o gênio Florentino de perceber movimentos sutis antes que estes se manifestassem.

A Petrobrás e os caminhos para reconstruir o Brasil

Indutora da
indústria nacional, estatal sofre sucessivos desmontes, mas continua saudável e
inovadora

Justiça determina que Banco do Brasil retome o home office

Medida vale para funcionários da área administrativa.

Fuga de investimentos para os EUA contribui para alta inflação no País em 2022

De acordo com o professor, 2022 será um ano ruim, porque não foram tomadas as medidas adequadas em 2021 para resolver os problemas da fome, da pobreza e do desemprego

A desintegração do Brasil, por Marcio Pochmann

Depois de longo tempo convergindo para a integração nacional, a economia nacional aponta para a desintegração, recolocando o problema que foi central no passado.

Enquanto grandes fortunas dobram, mais de 160 milhões caem na pobreza

Na pandemia, desigualdade causa morte de 21 mil pessoas por dia. Estudo da Oxfam aponta ainda que em dois anos, sob a gestão econômica do governo Bolsonaro, riqueza dos bilionários brasileiros aumentou 30% enquanto a renda de 90% da população caiu.

OIT: País terá 14 milhões de desempregados ao fim do governo Bolsonaro

Em 2019, o número de desempregados no Brasil era de 12,5 milhões de pessoas. Em 2021, atingiu 14,3 milhões de pessoas.

Auxílio Brasil deixa de beneficiar 75% de famílias, apesar do aumento da pobreza

Em mais de mil municípios, 3 de cada 4 beneficiários de alguma renda emergencial ficam sem ajuda do governo Bolsonaro

1 2 3 946