A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Economia

“PEC dos Precatórios é assunto cheio de cortinas de fumaça”

Fernando Facury Scaff explica que não falta dinheiro para pagar o Auxílio Brasil, mas que retirada dos precatórios do teto de gastos evidencia efeito “bola de neve” com dívidas do governo

Poder de compra do rendimento médio real retrocede quase uma década

Dados da PNAD mostram que inflação também corrói a massa salarial. “Apesar do desemprego ter caído, a combinação de salários estagnados com inflação alta cria as bases para um crescimento tímido ao longo de 2021 e 2022”, analisa André Perfeito.

PNAD: Informalidade cresce e segura o desemprego no 3º trimestre

Desocupação é de 12,6% e subutilização, de 26,5% no trimestre encerrado em setembro.

Endividamento bate novo recorde e atinge 75,6% das famílias brasileiras

O vilão continua sendo o cartão de crédito, responsável pelo endividamento de 85,2% das dívidas das famílias. Em segundo lugar estão os carnês das lojas, com 20,9% das dívidas.

O touro brega e o complexo de vira-lata da elite brasileira

Essa elite se regozija com seu touro dourado, enquanto falta comida na mesa de milhões de brasileiros.

Auxílio Brasil é insuficiente para conter avanço da fome

Válido até o final de 2022, o novo benefício do governo Bolsonaro tem caráter eleitoreiro e exclui milhões de brasileiros. Deputados reiteram importância de um programa consolidado, como o Bolsa Família, diante de notícias sobre aumento da fome entre a população.

Black Friday do Governo Bolsonaro: desmonte do Estado e privatização

Para conseguir vender o máximo de empresas públicas possível, uma das estratégias do governo é criar subsidiárias para vender partes lucrativas de empresas como a Caixa, Petrobras e Banco do Brasil

Muito mais que 20 centavos: tarifas de ônibus devem explodir em 2022

Alguns prefeitos preveem que, diante da inflação descontrolada dos combustíveis, os reajustes podem ser feitos já neste ano

Para 69% dos brasileiros, economia está no caminho errado com Bolsonaro

Dos entrevistados pelo Ipespe, 15% consideram o tema mais importante a ser tratado pelo próximo presidente a inflação juntamente com o custo de vida.

Como a crise econômica prejudica as negociações salariais

No ano, o percentual de reajustes abaixo da inflação segue muito próximo de 50%

Economia decadente do país reage pelo impulso externo, por Marcio Pochmann

Cabe ao Brasil o acrônimo Suegi, abreviação de Sudão, Egito e Iêmen que expressam realidades similares às nossas. São países com economias decadentes e que tem reagido, sobretudo, pelo impulso externo, com estrutura primário-exportadora

Desde 2010, as famílias não ficavam tão endividadas

Estudo nacional feito pela Federação do Comércio de São Paulo mostra que, antes da pandemia, 64% das famílias brasileiras estavam endividadas. Hoje, são 71%.

1 2 3 939