A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Movimentos

Movimento por vacina, auxílio e Fora Bolsonaro volta às ruas no dia 19

A Campanha Fora Bolsonaro, inciativa que se reúne há cerca de um ano e meio, é composta pela Frente Brasil Popular, a Frente Povo Sem Medo, todos os partidos de esquerda, as centrais sindicais, a Coalização Negra por Direitos, a UNE, a UBES, a CMP, o MTST, o MST, o Fórum Nacional de ONGs e outras diversas organizações

Paul Mason: Está surgindo uma nova geração anticapitalista?

Em meio à pandemia, está surgindo a consciência de que o sistema político e econômico das elites está falido e precisa ser enterrado

Manuela d’Ávila agradece a solidariedade que recebeu do movimento popular

Vítima de ameaças de violência contra ela e sua filha, Manuela participou de uma plenária com 800 lideranças populares que lhe prestaram solidariedade

Sindicatos e entidades de MG apoiam Manuela contra ataques nas redes

Ex-deputada foi alvo de ameaças de morte no início do mês

Centrais sindicais aderem aos atos do 19J contra Bolsonaro

Além do “Fora, Bolsonaro”, pauta das entidades inclui bandeiras como o auxílio emergencial de R$ 600, o combate à fome e à carestia, vacina já para todos e a extensão do Programa Emergencial de Emprego e Renda

20 anos de Durban e População Negra e LGBTQIA+: avanços e desafios

Grande desafio é ocupar ainda mais os espaços de participação, reivindicar a democracia participativa, ampliar parcerias, identificar convergências e nos “aquilombarmos” sem perder nossas especificidades

Morre o líder comunitário Wanderley Gomes, do PCdoB e da Conam

Militante foi vítima da Covid-19

Centrais sindicais repudiam ameaças à Manuela d’Ávila

As centrais sindicais se somam à diversas instituições e personalidades que também manifestaram solidariedade à ex-deputada comunista.

Clima de harmonia e unidade marca os congressos estaduais da CTB

Na pauta dos sindicalistas classistas consta a luta por vacina, por emprego e auxílio emergencial de R$ 600,00 e, destacadamente, a campanha Fora Bolsonaro, que ganhou grande impulso com as manifestações do dia 29 de maio

Movimentos já planejam novos atos de rua contra Bolsonaro

Nova agenda deve ser costurada até a segunda quinzena de junho

29M tira de Bolsonaro o “monopólio das ruas” e fortalece CPI da Covid

Ações de rua deixaram de ser evidência de uma suposta legitimidade do presidente para radicalizar o governo

Direitos não caem do céu, por Clara Lima

Não aceitaremos inertes mais mortes, não aceitaremos a naturalização do absurdo que é vidas relegadas à miséria, reduzidas ao ato de sobreviver.

1 2 3 1.139