A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Cultura

Olinda comemora 19 anos da decisão política que garantiu seu carnaval popular

A decisão política da então prefeita Luciana Santos foi responsável por devolver o Carnaval de rua à cidade de Olinda.

Governo Bolsonaro sabota o cinema, diz o diretor de Bacurau

Para Kleber Mendonça Filho, “o cinema é desmantelado diariamente” no Brasil

Inês Armand, a feminista que influenciou os rumos da Revolução Russa

Depois da Revolução de Outubro, a líder francesa chefiou o Conselho Econômico de Moscou, foi diretora da Zhenotdel e presidiu a 1ª Conferência Internacional de Mulheres Comunistas

Articulação dos Povos Indígenas defende Alessandra Negrini

Em nota, entidade afirma que o povo indígena vive a maior ofensiva em séculos de sua história e o momento não é de “atacar uma aliada”.

Com Bolsonaro, o ano de 2020 ainda não começou para o audiovisual

Algumas fontes chegam a falar em 600 projetos de filmes e séries interrompidos desde o início do governo Bolsonaro

Diretora de Indústria Americana: “Deveríamos compartilhar a riqueza”

Reichert foi membro do Novo Movimento Americano, um dos dois grupos que se fundiram para formar os Socialistas Democratas da América em 1983.

Identidades ideológicas – e semiologia do anticomunismo

Uma crítica ao livro Sobre o Relativismo Pós-Moderno e a Fantasia Fascista da Esquerda Identitária, de Antonio Risério

“‘Essa gente’ somos todos nós”

“É o que o escritor e crítico literário Sérgio Rodrigues registra na apresentação do volume do livro de Chico Buarque lançado em dezembro, ‘Essa gente’, onde ele esmiúça o mundo da burguesia nacional com rigor e forte ironia”

O Parasita de Bong Joon-Ho e os “parasitas” de Paulo Guedes

Beleza do filme sul-coreano contrasta fortemente com a grosseria do ministro da Economia

A vitória de Democracia em Vertigem

Indicação ao Oscar e cutucada na bolha de opinião nacional já foram realizações imensas do documentário de Petra Costa

O parasitismo capitalista na Coreia do Sul

Em artigo no jornal Folha de S. Paulo, Fábio Palácio, doutor em ciências da comunicação pela USP, jornalista e professor do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Maranhão, avalia o filme “Parasita’” como espelho das tensões do capitalismo tardio da Coreia do Sul.

Zeca Baleiro lança marchinhas que fazem crítica ao governo Bolsonaro

Em clima de Carnaval, cantor maranhense lança EP com marchinhas políticas

1 2 3 577