Oposição cria factoide, mas não consegue deter apoio a Zé Dirceu

Ao pedir à Procuradoria da República no Distrito Federal que bloqueie as doações da campanha Eu Apoio Zé Dirceu, a oposição “mais uma vez cria um factoide com objetivos políticos”, afirmam os redatores do blog atualizado pela equipe de colaboradores do ex-ministro.

José Dirceu - Falta pouco

“A Ação Civil citada pelo deputado Rubens Bueno (PPS-PR) nem sequer tem o ex-ministro José Dirceu como réu. Ainda em primeira instância, o juiz responsável excluiu José Dirceu do processo, sob o argumento de que não caberia uma ação de improbidade administrativa contra o ex-ministro. O Ministério Público ainda tenta recurso, porém o que prevalece hoje é a decisão da Justiça de primeira instância de excluir Dirceu do processo”, informaram.

Sob este argumento, seguem os colaboradores do líder petista, “não há, portanto, qualquer cabimento, como propõe Rubens Bueno, em pedir o bloqueio dos bens do ex-ministro com base em uma ação de improbidade na qual ele não figura como réu. Também não haveria cabimento em qualquer ação de improbidade ainda não julgada em primeira instância – e para a qual caberia recurso mesmo se tivesse sido julgada”.

O argumento do deputado do PPS de que a Ação Civil poderia obrigar José Dirceu a ressarcir o suposto dinheiro desviado na denúncia do julgamento conhecido com ‘mensalão’ na mídia conservadora, ou ‘mentirão’, segundo alcunha talhada pela colunista Hildegard Angel, “também é de uma gritante inconsistência, uma vez que o ex-ministro sequer foi julgado pelo crime de peculato na Ação Penal 470 em curso no Supremo Tribunal Federal”.

“O verdadeiro objetivo da oposição é vetar a ampla solidariedade manifestada por milhares de brasileiros aos réus do PT da Ação Penal 470. Quer calar um crescente sentimento de indignação contra um julgamento político que cada vez mais é assim compreendido. A oposição não se conforma por não ter conseguido – mesmo com todo o suporte midiático que teve e tem à disposição – levar os réus ao ostracismo. Não se conforma com a existência de uma militância aguerrida, solidária, justa e incansável”, afirmam.

Ainda segundo os redatores, “esse novo factoide apenas dará novo fôlego aos brasileiros e brasileiras para fazer desta campanha um gesto humano e político contra a implacável perseguição da qual José Dirceu vem sendo alvo”.

Eles divulgaram, na tarde desta terça (18), o sétimo boletim da campanha. Leia abaixo:

Caras amigas e caros amigos,

Independentemente de todas as tentativas que visam inibir a nossa luta, legítima e de acordo com o Estado democrático de direito, a campanha “Eu Apoio Zé Dirceu” continua forte graças ao empenho de todos vocês.

Nada será capaz de abalar ou quebrar nossa corrente de solidariedade. Pelo contrário, qualquer tentativa servirá para fortalecer ainda mais a nossa indignação contra todas as violações que marcaram o julgamento da AP 470.

Temos de atingir nos próximos dias o valor de R$ 971.128,92 da multa imposta injustamente ao ex-ministro. Até as 12h de hoje (terça, 18.02), foram recebidos e conferidos 2.082 comprovantes de doações, atingindo o valor de R$ 500.673,08. Também está disponível na conta de Zé Dirceu os R$ 143.000 excedentes das campanhas de José Genoino, João Paulo Cunha e Delúbio Soares, chegando ao total, no momento, de 643.673,08.

Pedimos que todos intensifiquem a nossa campanha e se lembrem da necessidade do envio dos comprovantes de depósito pelo site Eu Apoio Zé Dirceu. Esses comprovantes são fundamentais para que possamos validar as doações.(…) Se tiver dúvidas, fale conosco pelo email [email protected]

Agradecemos a todos mais uma vez.

Seguimos juntos na luta.

Amigos do Zé

 

Fonte: Correio do Brasil
Com informações do blog do Zé Dirceu