A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Moara Crivelente

Como Israel busca legitimar a anexação da Palestina | parte 1

Juristas palestinos, israelenses e internacionais dedicam-se a demonstrar como Israel busca legitimar a anexação e o apartheid para sustentar a ocupação militar e a colonização da Palestina. Entender a judicialização do despojo dos palestinos de seu lar é fundamental para a formulação de estratégias, inclusive pelos movimentos sociais. Vários instrumentos têm sido criados e uma entidade israelense oferece importante base de dados que pode ajudar.

União Europeia: Mais uma ‘armadilha da austeridade’ em meio à pandemia

Grande parte da mídia europeia noticia como “histórico” e mostra os líderes europeus congratulando-se pelo acordo alcançado nesta semana para o “resgate” de países mais afetados pela crise precipitada pela pandemia de Covid-19. Entretanto, o pacto firmado entre os chefes de Estado e Governo dos 27 membros da União Europeia está longe de ser a salvação anunciada.

Outro navio com fosfato extorquido pelo Marrocos deve chegar ao Brasil

Está a caminho do porto de Santos, com chegada estimada em 19 de junho, mais um navio carregado de fosfato saarauí, explorado e exportado pelo Marrocos. O Lalis D (IMO 9613666), de bandeira da Libéria, partiu do porto de El Aiún, no Saara Ocidental ocupado. A prática é reiterada: este pode ser o quarto cargueiro do tipo a chegar ao Brasil em um ano.

Autoridade Palestina denuncia acordos com EUA e Israel

O presidente palestino Mahmoud Abbas denunciou nesta terça-feira (19) a nulidade dos acordos já atropelados por Israel e os Estados Unidos. Poderá ser adequada embora batida a analogia do combate à pandemia no corte de laços (uma enfermidade grave e neste caso crônica) com os Estados Unidos dos ultimatos aos palestinos e favores a Israel, e com Israel, o algoz do povo palestino, que se prepara para anexar o restante da sua pátria.

Israel: “Gantz escolheu legitimar a anexação, o racismo e a corrupção”

“Lideraremos a oposição a este governo de anexação da Palestina”, diz parlamentar árabe.

Estados Unidos apresentam plano de tomada da Palestina

Foram retumbantes a ausência dos palestinos e o regozijo do primeiro-ministro israelense no anúncio do plano de Donald Trump, nesta terça-feira (28), que em seu linguajar promocional apresenta o que é um ultimato como “acordo do século”. Benjamin Netanyahu, só com a cabeça para fora do furacão que o espera em Israel, agradecia efusivamente ao patrono por endossar a anexação da Palestina, enquanto os palestinos reforçam o repúdio ao papel dos EUA nesta farsa de décadas.