Flávio Dino destaca o bom resultado do lockdown no Maranhão

Terminou na noite deste domingo (18) o bloqueio total que foi decretado pela Justiça sobre a região metropolitana de São Luis. Pelas redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), agradeceu a colaboração dos cidadãos e dos prefeitos das quatro cidades que foram submetidas ao lockdown.

Flávio Dino debateu a crise sanitário e política com outros governadores l Foto: Reprodução

“Finalizamos hoje o lockdown na Ilha de São Luís. Medida acertada, por isso agradeço a colaboração de todos. Juntos, estamos salvando centenas de vidas. Enalteço o trabalho das nossas equipes e das 4 prefeituras dos municípios da Ilha, na execução da ordem judicial”, escreveu em sua rede social.

No sábado (7), no programa Globonews Debate, de que participou junto com os governadores João Dória (SP), Romeu Zema (MG), Rui Costa (BA) e Antonio Denaruim (RR), Dino afirmou que já foi possível notar achatamento da curva de disseminação do coronavírus na região.

“Notamos uma contenção no achatamento da curva. Acreditamos que essas medidas estão produzindo efeito poderoso. Temos a certeza de que, como a ciência indica e as experiências internacionais, o distanciamento produz sim bons resultados”, disse Flavio Dino ao destacar a junção entre as medidas preventivas adotadas e a ampliação da rede assistencial no Maranhão.

Durante a entrevista, o governador falou ainda do desejo de reabrir o comércio o mais rápido possível.

“Nunca chegamos a interromper totalmente, nós fizemos um planejamento escalonado, baseado nos dados epidemiológicos. Nós temos que fazer isso de maneira a não ferir direitos, a integridade física e a vida das pessoas”, afirmou o governador do Maranhão.

Economia

Durante a entrevista, o governador ressaltou que a paralisação da economia não deriva dos decretos dos governadores.

“Se fosse assim, essa paralisação não estaria ocorrendo na China e na Europa. Precisamos entender que só existe uma forma séria e decente de retomar a economia, que é vencer a pandemia”, disse o governador do Maranhão.

Ele disse ainda que quem deseja retomar a economia mais rapidamente são aqueles que neste momento estão tendo coragem em sustentar as medidas preventivas, porque sem elas haveria maior número de casos confirmados e mais mortes.

“Alguém acha que as cadeias produtivas, globais, de oferta e demanda vão se estabelecer num contexto de grave pandemia? Alguém acha que haverá investimentos privados com pessoas morrendo? Então nós temos que entender que não há contradição a não ser falácia ideológica entre defender a vida e a economia. Só há um modo verdadeiro de defender a economia, que é defendendo a vida”, assegurou Dino.

Com informações da Agência de Notícias do Maranhão

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *