Mery, presente! Agora e sempre!

O Rio Grande do Norte perdeu, no início da noite dessa quarta-feira (8 de julho), um combatente exemplar na defesa pela liberdade. Uma pessoa simples, perspicaz, de fala mansa e convincente, sempre com um brilho no olhar. Um cidadão que dedicou sua vida à causa da luta da classe dos trabalhadores e construiu uma trajetória de lutas: Mery Medeiros (1943-2020).

O Rio Grande do Norte perdeu, no início da noite dessa quarta-feira (8 de julho), um combatente exemplar na defesa pela liberdade. Uma pessoa simples, perspicaz, de fala mansa e convincente, sempre com um brilho no olhar. Um cidadão que dedicou sua vida à causa da luta da classe dos trabalhadores e construiu uma trajetória de lutas: Mery Medeiros (1943-2020).

Mery encantou-se aos 77 anos, vítima de infarto, perto das 18 horas na cidade de Santa Cruz – onde será sepultado.

Mery Medeiros esteve preso por quatro vezes durante o Regime de Exceção, e viu a implantação da famigerada ditadura que durou 21 longos anos: “Estive preso de forma intercaladas em Recife, Fortaleza e Natal por pertencer aos quadros do antigo Partido Comunista Brasileiro”, costumava explicar. Mas isso não o desanimou, sempre manteve sua luta participando ativamente da campanha pela Anistia, em defesa de uma Constituinte, e por Eleições diretas para governador, prefeito das capitais e presidente da república, a sua utopia continua viva.

Mery nunca esmoreceu, nunca baixou a cabeça e nunca se curvou. Manteve a retidão, defendo as ideias de justiça e liberdade, convicto de que os brasileiros precisam de uma pátria livre e soberana. “O mais importante é que a juventude saiba que o golpe militar de 1964 dirigiu a nação contra a classe operária e estudantil”, reforçava nas palestras que participava em universidades e escolas.

Militante histórico, escritor e poeta, Mery é autor dos livros “Das Evocações e dos Esquecidos” (1999) e “Lições de Democracia e Cidadania” (2006), também ajudou a fundar e fez parte da primeira diretoria da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins (SPVA/RN)

O PCdoB se solidariza com a família desse nobre comunista que será lembrado como um dos que sempre estiveram ao lado da luta dos trabalhadores.

Mery, presente! Agora e sempre!

Comitê Estadual do PCdoB-RN

REPERCUSSÃO

“Lamentável demais a perda desse nosso grande camarada que tive o prazer de conhecer pessoalmente. Que Deus possa confortar o coração de cada um de seus amigos e familiares” – Francisco Marcelino

“Grande perda para a nossa história. Partiu, mas deixa um legado de conhecimentos para nossa gente. Nossa homenagem e reconhecimento a esse homem refazedor de história!” – Aparecida

Mery Medeiros em ato da Brigada Djalma Maranhão, na Praça Kennedy, durante campanha de Fernando Haddad e Manuela D’Ávila em 2018

“Recebi essa foto (na Praça Kennedy) de Roberto Monte, que diz: ‘Acredito que seja a última participação do camarada Mery Medeiros em um ato político'” – Ivam Pinheiro

“Foi com imenso pesar que recebi a notícia da partida do camarada Mery Medeiros. Homem de fala mansa e ao mesmo tempo firme na defesa das suas idéias, como também o era firme nas suas ações. Deixa para as gerações do presente e para as futuras, um grande exemplo de cidadão, companheiro, camarada e defensor de um mundo melhor, mais humano e mais justo, não medindo esforço para se fazer presente em todas as lutas e batalhas do nosso partido e do nosso povo. Descanse em paz camarada e junto com outros grandes combatentes que já nos deixaram, como Alirio, Glênio, Anchieta, Marcos Dionísio, entre outros que nos deram a felicidade de ter militado e convivido juntos, nas trincheiras das lutas políticas e sociais”- Geraldo Assunção

“É com muita tristeza que recebi a notícia do falecimento do nosso camarada Mery. Fica sem dúvidas uma lacuna de pensamento, de ideias, e de AÇÃO” – José Joaquim

“Um dos mais antigos militantes do PCdoB do RN. De combativa e diversificada trajetória de lutas em defesa da classe trabalhadora, da democracia e da nação brasileira” – Christian Vasconcelos, presidente do Comitê Municipal do PCdoB-Natal

“Em um período de afrouxamento ideológico, de negação da necessidade de um Partido Comunista e de seus princípios maiores, perdemos um militante e dirigente que simbolizava, que personificava – nas lutas do dia-a-dia – a defesa intransigente desses valores da teoria e da prática marxista. Perdemos, também, além de um cidadão na sua máxima concepção, um grande humanista. Perdemos o inoxidável Mery Medeiros, perdemos um grande camaradas, perdi um amigo” – Volney Diniz

“Um grande homem. Poeta, simples, aguerrido, ético, digno, fraterno e solidário. Luz, paz, alegrias e sucessos nas suas novas tarefas” – Carlos Gomes de Moura

“Ainda abalado com a triste notícia do falecimento de nosso valoroso camarada Mery Medeiros, deixo aqui essa pequena homenagem, em forma de soneto” – George Câmara




MERY MEDEIROS, PRESENTE!
Homem de grandeza singular
Dedicou a vida à luta do povo
Buscando construir um mundo novo
Ensinando o caminho, ao caminhar

Presença firme na luta social
Camponesa, sindical, comunitária
Sempre com postura libertária
Guiado por um grande ideal

Companheiro, camarada, seu exemplo
De solidariedade e amor ao ser humano
Deixa em nós um profundo ensinamento

Seu legado, esse ideal soberano
O seu nome está escrito agora e sempre
Camarada Mery Medeiros, presente!

George Câmara – 09/07/2020

“Mery Medeiros foi e será sempre uma referência para as pessoas dedicadas à construção de um mundo novo. Mery estava sempre disposto e empenhado a reconstruir e construir a esperança. Sua trajetória de vida e sua militância incansável expressam a convicção inabalável na possibilidade da emancipação social. Mery foi singular e essencial em cada momento de ação ou de reflexão. Seu desprendimento, sua generosidade e seu exemplo continuarão a inspirar e a animar a militância e a História do PCdoB. Obrigada, camarada Mery!” – Fafá Viana

“Que Mery rogue por nós em outro plano. Cumpriu sua jornada com maestria” – Lucicláudio Bezerra

“Poucas pessoas me tocaram tanto como Mery. Seu jeito manso escondia o gigantismo da sua defesa do comunismo. Da sua retidão marxista, da sua lealdade leninista. Mery encantou quem pouco se encanta. O respeito a esse guerreiro me fez silenciar e foi duro ter que produzir uma pequena nota de pesar. Mery merece um livro. Adeus Mery. Sua herança não renunciarei” – Wellington Duarte

“Mery foi uma das pessoas mais generosas que conheci. Aprendi, em nossas conversas no seu apartamento do Edifício 21 de Março, a respeitar os opositores políticos. Não tinha inimigos, era um defensor de ideias, de princípios, e assim foi até os últimos dias. Não fez de sua atuação nas lutas sociais uma “guerra de ódio”, o ódio não cabia em seu grande coração.
Meu amigo Mery Medeiros, obrigado, obrigado, obrigado” – Luciano Capistrano, professor, no site foque.com.br

“A defesa da cidadania e da democracia fizeram do escritor e militante Mery Medeiros um homem grato à vida” – Evandro Borges, advogado, no blog eduagreste.blogspot.com

Foto: DHnet

COMISSÃO ESPECIAL DE ANISTIA WANDA SIDOU – Ceará

Comunicamos o falecimento nessa quarta-feira, dia 8, do anistiado político MERY MEDEIROS.

Natural do Rio Grande do Norte, Mery Medeiros veio morar clandestinamente em Fortaleza logo após o golpe militar de 1964, onde terminou preso. É dos poucos presos políticos que se tem notícia ter sido recolhido após 64 à antiga Cadeia Pública do Ceará, atual Mercado de Artesanato da Emcetur.

De profissão operário têxtil, teve seu requerimento aprovado por unanimidade pela Comissão Especial de Anistia Wanda Sidou.

Foi um dos fundadores da Associação Riograndense do Norte de Anistiados Políticos, tendo ocupado sua Presidência por vários anos.

Nos associamos ao sentimento de pesar de sexs amigxs e familiares, na certeza de que MERY travou o bom combate durante sua vida.

Fortaleza (CE), 8 de julho de 2020.
Mário Miranda de Albuquerque
Presidente Comissão Especial de Anistia Wanda Sidou
Governo do Ceará – Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos

Um comentario para "Mery, presente! Agora e sempre!"

  1. Gostei do assunto de sua publicação, gostaria de ver se é pertinente de divulgar em meu site: link acima.

    Sds.

    Hermes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *