Secretária de Educação Básica do Ministério da Educação pede demissão

A secretaria é essencial para a coordenação de volta às aula e Izabel Lima Pessoa era considerada um contraponto à ala ideológica na pasta

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasília

A secretária de Educação Básica (SEB), Izabel Lima Pessoa, pediu para deixar o cargo no Ministério da Educação (MEC) nesta segunda-feira (29). A secretaria é responsável por ações como articulação e apoio às redes de ensino básico, que atende mais de 40 milhões de alunos e é primordial na retomada das aulas presenciais. Izabel Lima Pessoa é considerada um quadro técnico importante na equipe do MEC.

Pessoa justifica a saída por problemas pessoais após a morte recente do marido, vítima da Covid-19. Ela é funcionária de carreira do MEC desde 1990 e especialista em formação de professores.

Izabel sucedeu Ilona Becskehazy, que era ligada à área mais ideológica da pasta. Com experiência em gestão na educação, a secretária foi o contrária às mudanças propostas por seguidores de Olavo de Carvalho, principalmente Carlos Nadalin, secretário de alfabetização.

Entre elas, afetou diretamente sua secretaria a dissolução do grupo de especialistas que discutiam a renovação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica e o repasse da tarefa para a secretaria-executiva do MEC. A equipe havia sido formada pelo ex-presidente do Instituto Nacional e Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) Alexandre Lopes, demitido do cargo de presidente pelo ministro Milton Ribeiro.

Izabel Lima Pessoa | Foto: Eugênio Barreto/Secretaria de Educação de Sergipe

A saída da secretária é considerada uma perda no quadro técnico do ministério. Izabel foi a quinta a ocupar do cargo na secretaria da Educação Básica no governo de Jair Bolsonaro, que trocou seis ministros nesta segunda-feira (29).

Com informações de G1 e Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *