Pintamonos no Catarse: campanha de apoio à HQ entra na reta final

Pintamonos é uma história em quadrinhos para adultos, os autores dão um novo olhar sobre expoentes da arte e da luta pelo socialismo no México.

Capa da edição brasileira de Pintamonos

A plataforma de financiamento coletivo pela internet Catarse hospeda um projeto diferente nos últimos meses, trata-se da história em quadrinhos Pintamonos, do uruguaio/mexicano Rodolfo Santullo em parceria com o argentino Leo Sandler. O livro é o quarto lançamento da recifense Quadriculando, editora especializada em quadrinhos, e o primeiro em parceria com a Editora Anita Garibaldi.

Pintamonos é uma história em quadrinhos para adultos, os autores dão um novo olhar sobre expoentes da arte e da luta pelo socialismo no México. Em quatro contos curtos Santullo e Sandler conseguem capturar aspectos políticos, históricos e artísticos de Leon Trotsky, Frida Kahlo, Diego Rivera e David Siqueiros, ainda adicionando humor e sarcasmo em várias tiradas que nos divertem e fazem rir.

Na HQ o leitor encontra um novo olhar sobre a morte de Trotsky, as contendas entre Rivera e Siqueiros, uma Frida curiosa e investigativa, e a HQ fecha com o capítulo que retrata a morte da artista.

Página interna da HQ mostra funeral de Frida Kahlo

Santullo é um roteirista muito versátil, professor universitário no Uruguai, com grande produção de histórias em quadrinhos de qualidade e incursões no cinema também. Já Sandler nos entrega uma arte cheia de detalhes, que captura expressões e nuances dos personagens, misturando realidade e fantasia, tudo isso em preto e branco, algo que dialoga muito bem com o período histórico.

Para o editor Thiago Modenesi, “o que Rodolfo Santullo e Leo Sandler fazem em Pintamonos é algo único. A dupla consegue colocar humor ácido, sarcasmo e tiradas magistrais, mantendo todo o ambiente de dor e sofrimento dos personagens, respeitando suas contradições, suas nuances, suas trajetórias”.

O título Pintamonos é uma expressão que, em tradução livre, significa “pintor de macaquinhos” e surgiu para designar pintores supostamente “simplórios” mas foi apropriada de forma orgulhosa por expoentes das artes plásticas no México, entre eles os muralistas Diego Rivera e David Siqueiros.

A HQ foi premiada na Argentina e chega ao Brasil com edição caprichada, capa cartão com orelhas, impressão em offset, 80 páginas, formato 16×23 cm, com notas sobre aspectos culturais mexicanos e também sobre os personagens. É possível adquirir a obra em pré-venda com 30% de desconto em http//catarse.me/pintamonos até dia 2 de abril. A pré-venda também permite comprar combos com outros títulos da Quadriculando e da Anita Garibaldi, além de camisas com os personagens e aquarelas originais de Leo Sandler retratando Frida, Rivera e Siqueiros no formato A5.

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *