A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Dani Balbi

Mulher, negra, transexual e comunista, é Doutora em Ciência da Literatura (Literatura Comparada) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), professora da Escola de Comunicação Social (ECO-UFRJ) e da EJA- Manguinhos. Roteirista, crítica de teatro e cinema e militante da cultura, é diretora da UNALGBT, Assessora Parlamentar da Comissão de Promoção de Direitos das Mulheres da ALERJ e filiada à UNEGRO.
O que a branquitude e a oficialidade fingem não saber, por Dani Balbi

Jada está tragicamente espremida entre uma Academia que se diversifica na superfície, mas que celebra homens negros ridicularizando situações dolorosas que atravessam as vidas de mulheres negras e permite que nós nos embatamos em público para a diversão dos salões da branquidade

Mais que representatividade, perspectiva: mulheres atrás das câmeras, por Dani Balbi

Uma mulher no set, dirigindo, determinando ângulos, fotometria, marcando elenco, incomoda e, mais que tudo, sabemos que isso significa uma mudança fundamental de perspectiva estética, de forma do trabalho e concepção de arte.