A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Luiz Gonzaga Belluzzo

Economista e professor.
O credo neoliberal que resulta em exclusão e desigualdade

Usam a regulação do mercado para preservar a concorrência e impedir as interferências nefastas da proteção social aos “ineficientes”

Belluzzo: O velho capitalismo reconcilou-se com sua natureza

Liberto amarras que o domesticaram nos 30 Anos Gloriosos do imediato pós-guerra, o velho capitalismo rapidamente transmutou a concorrência perfeita em concorrência monopolista e impulsionou o enriquecimento financeiro em detrimento daquele decorrente do esforço produtivo

No sistema atual, poder e riqueza são inseparáveis

Os ganhos propiciados pela valorização da riqueza financeira sustentam o poder dos ricos.

Abaixo o moralismo financeiro, por Luiz G. Belluzzo

As finanças não são uma deformação do sistema capitalista, mas a realização da sua natureza.

Financiamento monetário é arma em “guerra” contra Covid-19

Recusar-se a ousar implica empobrecer (e até matar) desnecessariamente brasileiros.

Wilson Cano, saudades do amigo e companheiro de muitas batalhas

O economista Luiz Gonzaga Belluzzo homenageia Wilson Cano, que morreu na última sexta-feira (3) aos 83 anos em Campinas. Cano, que tinha câncer, foi professor e um dos fundadores do Instituto de Economia da Unicamp

A crise de 1929 e um olhar para o presente, por Luiz G. Belluzzo

Na situação atual, quem tem juízo sabe da importância de se impedir que a derrocada das bolsas possa culminar em uma crise de crédito e de pagamentos

O que explica o PIBinho de Guedes e o calvário da indústria nacional?

Desconfio que a malemolência da indústria de transformação encontre uma de suas razões no desempenho do investimento.

O sonho americano sucumbe diante da destruição do valor do trabalho

Quase metade dos trabalhadores dos EUA com idade entre 18 e 64 anos labuta em empregos de baixa remuneração