A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Renato Rabelo

Presidente da Fundação Maurício Grabois. É membro do Comitê Central e da Comissão Política do PCdoB, do qual foi presidente de 2001 a 2015.
A China constrói uma nova e avançada civilização, por Renato Rabelo

O presidente da Fundação Maurício Grabois disse que a China é uma das únicas sociedades com capacidade de se autorreferenciar para tomadas de decisões estratégicas. A fala foi feita em evento promovido pela Comissão de Relações Internacionais do PCdoB nesta sexta-feira (23)

PCdoB faz história seguro de seu rumo, por Renato Rabelo

Não se pode entender a história do Partido Comunista do Brasil sem entender a história política do Brasil, mas também não se pode entender a história brasileira sem se ter em conta a ação dos comunistas. Salientamos esta realidade histórica desde a comemoração dos 90 anos do PCdoB.

Ho Chi Minh, revolucionário exemplar do século XX

Prefácio do livro “Ho Chi Minh — Vida e Obra do Líder da Libertação Nacional do Vietnã”, publicado em 2020, quando da comemoração dos 130 anos de nascimento do líder vietnamita. O Portal Vermelho publica o texto para registrar os 131 anos de seu nascimento em 19 de maio.

Origem, elaboração e execução do nacional-desenvolvimentismo no Brasil

Síntese da intervenção de Renato Rabelo, presidente da Fundação Maurício Grabois, no colóquio sobre o significado da Revolução de 1930.

Renato Rabelo: Um grande humanista e um presidente desumano

Morreu ontem (8) D. Pedro Casaldáliga, insigne brasileiro, destacado combatente da luta contra a ditadura, intrépido defensor dos posseiros e dos índios na região amazônica.

Renato Rabelo: Tereza Costa Rêgo, Vive!

Tereza é uma dessas lutadoras, é um exemplo de transgressão de todos os papeis que o patriarcado o tentou impor.

Renato Rabelo: Brasil perde Carlos Lessa

A morte do economista e grande patriota Carlos Lessa, vítima da Covid –19 no Rio de Janeiro é uma perda irreparável para o nosso país.

Renato Rabelo: Camarada Amazonas, presente!

Uma breve memória do pensamento e do legado de João Amazonas (1912-2002), líder histórico do PCdoB que nasceu há exatamente 108 anos