A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: michel temer

Brasil abandona candidatura para sediar Convenção do Clima em 2019

Em comunicado enviado ontem (27) à Organização das Nações Unidas (ONU), o governo brasileiro alega que por “restrições fiscais e orçamentárias, que deverão continuar”, deixa a disputa para que a Conferência das Partes da Convenção do Clima das Nações Unidas (COP-25) seja realizada no país.


Agenda ultraliberal de Bolsonaro aprofundará a desigualdade social

Ajuste fiscal, privatizações e redução de programas sociais no governo Michel Temer fizeram o Brasil voltar aos patamares de desigualdade de 2001, segundo estudo da ONG Oxfam Brasil. Em 2017, 15 milhões de brasileiros sobreviveram com apenas 1,90 dólar por dia. A agenda ultraliberal de Bolsonaro deverá aprofundar as desigualdades no Brasil.

Por Iberê Lopes*

Cubanos deixam o Brasil após Bolsonaro ideologizar Mais Médicos

Diante das declarações preconceituosas do presidente eleito Jair Bolsonaro, mais de oito mil profissionais que atendiam 2.800 municípios brasileiros foram orientados pelo governo de Cuba a retornarem para a ilha. Médicos cubanos começam a sair do país nesta quinta-feira (22).

Por Iberê Lopes*

Governo perde queda de braço e oposição sepulta MP do saneamento   

Esta terça-feira (13) foi marcada por demonstração de força da Oposição sobre o Planalto. Em pauta, a Medida Provisória 844 que nem sequer foi lida em Plenário. A medida tratava da privatização do saneamento básico.

Por Iberê Lopes*

Com MP do Saneamento só terá água e esgoto quem puder pagar

A Medida Provisória (MP) 844/2018 que facilita a privatização das empresas públicas de saneamento básico deve ser incluída na pauta de votação desta semana na Câmara dos Deputados. A proposta legislativa que altera artigos do marco legal do saneamento e de consórcios públicos, tem como prazo de análise até o dia 19 de novembro, se não for aprovada até a data, perderá a validade e a força de lei.

Oposição adia leitura e análise da MP do saneamento

Com forte obstrução da Bancada Comunista, a leitura e análise da Medida Provisória 844/18 ficou para esta terça-feira (13). A proposta do Governo Temer facilita a privatização de empresas públicas de saneamento básico e obriga o pagamento de tarifas mesmo sem conexão ao serviço de água e esgoto.

Medida Provisória 844 poderá privatizar setor de saneamento

O Plenário da Câmara dos Deputados deverá iniciar a análise da Medida Provisória 844/18, editada em 2017 pelo Governo Federal. A proposta visa facilitar a privatização de empresas públicas de saneamento básico, obrigando o pagamento de tarifas mesmo sem conexão ao serviço de água e esgoto.

Por Iberê Lopes*  




Vetos e privatizações na pauta da semana do Congresso Nacional

Com o feriado da próxima quinta-feira (15), a semana deve ser curta no Parlamento. Senadores e deputados devem priorizar a análise dos vetos presidenciais à lei orçamentária para 2019 (LDO). Também estão na agenda legislativa, com expectativa de início para esta segunda-feira (13), a abertura de crédito para o Executivo, a privatização dos serviços de saneamento e as parcerias privadas para exploração de petróleo do pré-sal.

'Bolsonaro e Temer articulam reforma da Previdência sem mudar Constituição'

Após reunião com Bolsonaro no gabinete do governo de transição, em Brasília nesta quinta-feira (8), o governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse que Jair Bolsonaro e Michel Temer já trabalham em uma reforma da Previdência "infraconstitucional", ou seja, sem que haja a necessário modificar a Constituição.

Temer e Bolsonaro discutem agenda de reformas com mira na Previdência

Durante a campanha eleitoral, a deputada gaúcha e então vice na chapa de Fernando Haddad (PT), Manuela d'Ávila afirmava que a proposta de governo de Jair Bolsonaro (PSL), agora eleito presidente, era d continuação de desmonte do estado e dos direitos. Nesta quarta-feira (7), Bolsonaro e Temer se encontraram no Palácio do Planalto e entre troca de sorrisos e afagos, Temer disse que seu governo vai "colaborar intensamente" com a equipe de Bolsonaro e com a aplicação da sua agenda.

Bolsonaro dispara ameaças e quer aproveitar reforma de Temer

Em série de entrevistas nesta segunda (29), presidente eleito defendeu liberação o porte de armas para defender "a vida e a "liberdade" e voltou a falar em "kit gay" para justificar declarações homofóbicas.

Bolsonaro vai seguir caótica política de Temer para combustíveis

Candidato do PSL, que conta com apoio de sete minsitros de Temer, manterá política para que Petrobras pratique os preços do mercado internacional.

1 2 3 4 5 159